Agronegócios

Arábica corresponde a 67%
do café produzido no Brasil

Safra brasileira total está estimada em 53,42 milhões de sacas de 60kg, sendo 35,71 de café arábica e 17,71 milhões de conilon

Imprensa Conab

A safra dos Cafés do Brasil estimada para o presente ano de 2022 totaliza um volume físico equivalente a 53,42 milhões de sacas de 60kg. Desse total, 35,71 milhões de sacas são da espécie de café arábica, o que representa em torno de 66,84% da safra, e 17,71 milhões de sacas da espécie de conilon, que correspondem a 33,15%.

Caso essa estimativa se confirme nos próximos levantamentos, a safra 2022 terá um aumento significativo de 11,96% da produção nacional de cafés, se tais números forem comparados com a produção anterior, na qual o País colheu um volume total de 47,71 milhões de sacas.

Neste mesmo contexto, há que se ressaltar que a produção de café, exclusivamente da espécie arábica, em 2022, terá um aumento de 13,6% no volume, em comparação com a safra anterior. Quanto à produção de café conilon, em contrapartida, os números levantados para a safra 2022 apontam um acréscimo na colheita de 8,7%, em relação ao ano-cafeeiro anterior.

De acordo com os dados do Levantamento da Conab, os seis maiores estados produtores de café da Federação são: Minas Gerais, maior produtor nacional, que espera colher nesta safra 24,79 milhões de sacas de café beneficiado; Espírito Santo – 16,45 milhões de sacas; São Paulo – 4,43 milhões; Bahia – 3,64 milhões; Rondônia – 2,64 milhões de sacas; e por fim, o estado do Paraná, na sexta posição, com 552,9 mil sacas de 60kg.

A fonte principal dos dados estatísticos que estão permitindo realizar esta análise foi obtida do Acompanhamento da Safra Brasileira Café – Segundo Levantamento – maio 2022, da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café. A Conab realiza e divulga quatro levantamentos anualmente. O primeiro em dezembro, com divulgação em janeiro. O segundo em abril, com divulgação em maio. O terceiro em agosto e divulgado em setembro. O quarto é realizado em novembro e divulgado em dezembro, quando todos os dados são consolidados.

Leia esta DIVULGAÇÃO na íntegra na página da Embrapa Café e do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café.
Conheça o acervo de publicações da Embrapa Café e baixe os arquivos pelo link https://www.embrapa.br/cafe/publicacoes. Acesse também todas ANÁLISES e notícias da cafeicultura no Observatório do Café.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!