Capa

Ficafé premia cafés especiais

Feira superou edições anteriores em número de participantes e promoveu leilões de cafés especiais em que a saca de 30 quilos chegou a ser arrematada por R$ 1,6 mil

 Vencedores do 10º Concurso Sabores do Norte Pioneiro do Paraná (Foto: Cleiton Corrêia)

Imprensa Sebrae

A 15ª edição da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé) terminou nesta quinta-feira (20). Neste ano, o evento foi híbrido, com parte da programação transmitida de forma on-line. A principal novidade foi a 1ª Feira de Sabores do Norte Pioneiro que apresentou produtos diferenciados do agronegócio da região.
“A feira é famosa internacionalmente e dá uma visibilidade muito boa para os produtos dos nossos associados. Ficamos muito contentes também com a junção com a Feira de Sabores, que trouxe um público diferenciado e também amante do café”, comentou Claudinei Carvalho Nunes, presidente da Associação de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp).
Durante a Ficafé, diversos temas foram abordados em palestras e painéis, como casos de sucesso em fruticultura orgânica, sustentabilidade hídrica na agricultura e mercado e comercialização. Nos três dias de evento, oficinas presenciais de torra de cafés especiais, métodos de extração e vaporização, além de preparo de coquetéis com café, foram oferecidas pelo Senac. Neste ano, a feira recebeu cerca de 2,5 mil inscrições.
“Foi surpreendente o número de participações presenciais, superou as nossas expectativas. Os produtos diferenciados do agro ganharam visibilidade, principalmente com a Feira de Sabores e o retorno que recebemos dos visitantes também foi dos mais positivos”, detalhou Capello.
No último dia do evento, foram divulgados os resultados do 10º Concurso Sabores do Norte Pioneiro do Paraná e do leilão dos lotes de cafés especiais. Neste ano, a competição recebeu 40 lotes – 17 passaram para a fase semifinal e sete para a final. Mais uma vez, os lotes foram classificados por pontuação e a nota de corte foi 84 pontos, segundo a metodologia avaliação sensorial da Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA).

Ficafé 2022 superou expectativas. (Foto: Cleiton Corrêia)


A categoria Cereja Descascado premiou três produtores e a categoria Natural teve dois premiados. O café que levou o primeiro lugar na categoria Cereja Descascado foi, pelo segundo ano consecutivo, o do produtor Pablo Ribeiro dos Santos, da Estância Serrana, de Congonhinhas. Os grãos receberam 87 pontos e foram leiloados por R$ 1,6 mil a saca de 30 quilos.
A vencedora na categoria Natural foi a cafeicultora Sirlene Soares Souza, do sítio Nossa Senhora das Graças, de Pinhalão, com 84,71 pontos. O lote foi leiloado a R$ 1,3 mil a saca de 30 quilos. Dezessete cafeterias e torrefações de todo o país se inscreveram para arrematar os lotes de cafés especiais oferecidos durante a feira.
Para o produtor bicampeão de café descascado, Pablo Ribeiro dos Santos, o esforço de toda a família foi recompensado.
“Apesar da geada do ano passado, a nossa lavoura campeã não foi prejudicada e no fim deu tudo certo. Essa premiação é um incentivo, abre portas e nos dá mais oportunidades e recursos para continuar com o trabalho do café especial. O segredo é fazer com amor acima de tudo”, comemora.
Essa foi a segunda participação da vencedora na categoria Natural, Sirlene Soares Souza. No ano passado, ela ficou em terceiro lugar.
“É maravilhoso. Amo muito trabalhar com café. Dá muito trabalho, precisa de muito carinho, paciência, mas vale a pena. Depois dessa premiação, vou trabalhar mais e produzir um café melhor ainda”, avisa a cafeicultora.
1ª Feira Sabores do Norte Pioneiro
A 1ª Feira Sabores do Norte Pioneiro do Paraná contou com 20 produtos diferenciados do agro, entre eles os cafés especiais, goiabas e morangos certificados com Indicação Geográfica (IG) concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).
“A intenção, para o próximo ano, é atrair ainda mais expositores do norte pioneiro, deixando mais visível o potencial de desenvolvimento da região. Os produtos diferenciados do norte pioneiro devem se firmar como referência para todo o país”, explicou o consultor do Sebrae/PR, Odemir Capello.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!