Capa

CARLÓPOLIS – Câmara rejeita projeto de ampliação de empresa e gera polêmica

Iniciativa previa investimento do município em espaço cedido a uma fábrica de jeans

Da Redação

A tramitação na câmara municipal de Carlópolis de um projeto de ampliação de um barracão cedido a uma empresa de confecção tem gerado enorme polêmica no município após os vereadores, em sua maioria, votarem contrários à iniciativa. As informações são do Portal Forty Mídia.
A polêmica envolve um barracão de posse do município que foi cedido à empresa Yellow Jeans Confecções através de processo licitatório da prefeitura – em processo posterior ao encerramento da unidade da Yazaki no município, que ocupava o espaço anteriormente.
O município, que já previa desde os tempos da Yazaki a intenção de ampliar a área construída, manteve o objetivo e enviou o projeto de obras para a câmara de vereadores, que, por cinco votos contrários e três favoráveis, reprovou a iniciativa.
De acordo com os vereadores contrários, o investimento público em uma área cedida a uma empresa privada fugiria do princípio da impessoalidade, gerando benefício direto à empresa em um eventual detrimento a outras empresas instaladas no município e que não possuem nenhum tipo de incentivo do gênero.
Já o proprietário da confecção, Ricardo José Luiz, concedeu entrevista recente e contra argumenta que o barracão é um bem do município, uma vez que tem apenas a cessão de uso, e que todo investimento fica como benfeitoria permanente a um local do poder público.
Além disso, o empresário alega que com a ampliação poderia realizar o plano de expansão, gerando mais empregos. Diante da negativa, porém, além da não abertura do novo setor, a empresa será obrigada a demitir até 28 funcionários que trabalham de forma “improvisada” até que o novo espaço fosse construído.
Na primeira votação foram favoráveis ao projeto os vereadores Hulk (PV), Galego (DEM) e Dr. Zezinho (PSD). Votaram contra Selma Zapzum (PSD), Zezinho (PROS), Dra. Jusselem (PSD), Luciano da Ambulância (DEM) e Professor Adenílson (PSD).
A segunda – e definitiva – votação do projeto deve acontecer ainda nesta semana.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!