Geral

Trabalho dos extensionistas rurais completa 65 anos no Paraná

Curitiba – Agência Estadual

IDR-Paraná conta com 1, 7 mil funcionários e enfrenta o desafio de se adaptar às mudanças da sociedade(foto: emater)
CRÉDITO: AEN

O serviço de Extensão Rural do Paraná completou 65 anos de atuação. Desde a criação do Escritório Técnico de Agricultura (ETA), em 20 de maio de 1956, profissionais de diversas áreas atuam para promover o desenvolvimento rural sustentável, coordenando, articulando e executando assistência técnica e extensão rural junto aos produtores.

Hoje o IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater) conta com 1.700 funcionários em todo o Estado e enfrenta o desafio de se adaptar às mudanças da sociedade, oferecer um serviço de qualidade aos produtores, contribuindo para o desenvolvimento do Estado.  

Para Natalino Avance de Souza, diretor-presidente do IDR-Paraná, a extensão rural teve um papel primordial na construção da melhor agricultura do País e atualmente divide essa responsabilidade com outras instituições. “A extensão precisa acompanhar o movimento de modernização no campo. Temos um grupo de pequenas cooperativas e pequenos agricultores que não tem acompanhado esse movimento tecnológico ascendente. E esse é um público que a extensão pode apoiar para diminuir a desigualdade, entre os agricultores e entre os municípios”, afirmou.

Segundo Souza, o grande desafio da extensão rural é se aparelhar para modernizar a forma de se relacionar com os agricultores. “Pesquisadores e extensionistas devem estar encaixados, prioritariamente, numa ação nos municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e se voltar aos produtores que realmente precisam. É preciso ajudar o agricultor a ter mais renda, mais qualidade de vida e uma agricultura mais competitiva”, concluiu.

ATUAÇÃO 

O IDR-Paraná atua próximo da realidade agrícola, sendo fortemente demandado pelos governos estadual e federal, municípios, cooperativas e pelas instituições representativas dos agricultores. A extensão rural oficial é responsável por uma parte importante de diversos programas econômicos, sociais e ambientais que são canalizados para os municípios e que dinamizam as economias locais.

Os extensionistas atuam em programas como o Pecuária Moderna, que busca aumentar a produtividade e rentabilidade da pecuária de corte no Estado; elaboram projetos para os agricultores atendidos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf); e prestam assistência técnica a assentamentos.

Eles também estão presentes na execução de projetos do Programa de Crédito Fundiário, que regulariza a posse de terras, e em ações de desenvolvimento regional. O IDR-Paraná dá apoio, ainda, a programas de outras secretarias, como o Minha Gente Paraná, Habitação Rural, Pró-Rural, Cadastro Ambiental Rural (CAR), Programa de Aquisição de Alimentos e Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios