CapaCidades

Região quer o Samu gerido pelo Cisnorpi

Precariedade do sistema compromete qualidade dos serviços prestado na região da Amunorpi

Da redação com Claubinho Souza

Uma reunião, realizada, na manhã desta sexta-feira (14), em Jacarezinho, escancarou a precariedade dos serviços prestados pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), cuja sede é em Cornélio Procópio, administrado pelo Cisnop – Consórcio Intermunicipal de Saúde que reúne os municípios daquela microrregião.

As lideranças ligadas à Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), que reúne os municípios ligados às 19ª Regional de Saúde de Jacarezinho, há muito reivindicam a criação de um núcleo de gestão do Samu desvinculado de Cornélio Procópio.

Foi justamente para debater esses problemas que atingem diretamente as cidades da 19° Regional de Saúde é que a reunião foi realizada. O objetivo é buscar informações sobre as situações que estão acontecendo na gestão do Samu Norte Pioneiro.

Participaram o diretor da 19ª Regional, Marcelo Nascimento, o presidente do CRESEMS – Conselho Regional dos Secretários Municipais de Saúde, Odair de Oliveira, o secretário Municipal de Saúde de Jacarezinho, João Lucas Thabet Venturini e Wagner Silva de Oliveira Junior.

Na oportunidade foi feito um relato da situação em que se encontra esse importante serviço de atendimento à população, com vários problemas, principalmente envolvendo os colaboradores não estão sendo valorizados e respeitados a seus direitos, entre os quais, salários incompatíveis com a função. Atrasos de pagamentos, entre outros. Isso tem causado uma falta de motivação geral por parte dos médicos, enfermeiros e condutores.

Não bastasse a situação financeira – salários baixos e falta de pagamento, falta de manutenção em viaturas e na estrutura física, existem outros aspectos profissionais a serem resolvidos.

Foi anotado os principais pontos elencados, com o compromisso de buscar maiores informações junto aos gestores e viabilizar os resultados com urgência.

É consenso da região que a solução do problema é a desvinculação do Samu que atua na região da Amunorpi da gestão do serviço vinculado à Amunop, regional de Cornélio Procópio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!