JapiraJustiça

Quem matou Pablo Hernandes?

Rapaz foi atropelado e condutor fugiu do local sem prestar socorro

Da Redação

Pablo tinha 22 anos e era morador de Pinhalão
CRÉDITO: Reprodução

O jovem Pablo Hernandes, de apenas 22 anos foi atropelado no sábado, 06, em Japira e condutor fugiu do local sem prestar socorro. Pablo chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel (SAMU), mas não resistiu aos ferimentos. Familiares e amigos pedem pela identificação e punição da pessoa que tirou a vida do rapaz, que sequer teve a sensibilidade de prestar ajuda. Pablo Hernandes era pai solteiro e deixa um filho, que completou 4 anos de idade no dia do acidente.

De acordo com informações da proprietária do estabelecimento que Pablo trabalhava, Brienne Mantovani, o jovem exercia a função de açougueiro no Mercado Central, em Japira. No dia da tragédia, ele foi embora do serviço de bicicleta por volta das 20 horas e passou na casa de um amigo. Por volta das 21 horas foi para casa (Sítio Santa Rita de Cássia), que fica no Município de Pinhalão.

Atropelamento aconteceu no último sábado, 06
CRÉDITO: Reprodução

Às 21:55 horas Brienne recebeu uma ligação. “Dizendo que o meu funcionário tinha sido atropelado e que o motorista não tinha parado para socorrer, fugindo do local do acidente. Chegando no local do acidente no SAMU já o tinha levado para o hospital da cidade de Pinhalão”, conta.

Em conversa com a polícia, Brienne destaca algumas peças do veículo que ficaram no local do atropelamento, são de um veículo Volkswagen de cor branca e compatíveis com os modelos Saveiro ou Gol. “Logo depois eu já recebi alguns áudios de pessoas que viram o acidente e afirmaram ser uma Saveiro. Desde então estamos atrás desse assassino. E se Deus quiser vamos encontra-lo. Ele tem que pagar pelo que fez. Porque para ter fugido do local, com certeza já tinha alguma coisa de errado. Agora cabe a polícia investigar”, diz.

Uma campanha nas redes sociais pede ajuda da população para identificar o responsável. “Pablo trabalhava conosco a três meses, era um excelente funcionário, já fazia parte da nossa família. Por favor quem souber de alguma informação nos ajude. Estamos em busca de qualquer informação, nada o trará novamente, mas para que possamos fazer justiça, pois infelizmente foi o Pablo, mas amanhã pode ser qualquer um de nós” finaliza a comerciante.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios