Agronegócios

Produção de trigo deve ultrapassar 3,8 milhões de toneladas

Da Assessoria


Os agricultores paranaenses devem colher 3,8 milhões de toneladas de trigo nesta safra. O aumento é explicado pela elevação de 5,9% na área plantada, chegando a 1,18 milhões de hectares, aliada ao melhor desempenho nas lavouras, uma vez que a produtividade está estimada em 3,27 mil quilos por hectare – aumento de 18,3% quando comparado com o período anterior. De acordo com o 10º Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), quase a totalidade das lavouras está em ótimas condições em função da umidade adequada e do clima frio.

Outro produto que deve apresentar crescimento significativo é a cevada. A colheita do grão está estimada em 311,2 mil toneladas, elevação de 14,9%. As lavouras já germinadas seguem em boas condições de desenvolvimento. Devido ao aumento forte no preço do milho, outros cereais que compõem a alimentação animal também se valorizaram, como é o caso do trigo e cevada. Com isso a área de plantio aumentou significativamente este ano chegando próximo a 70 mil hectares. Além disso, a produtividade estimada também deverá crescer, podendo chegar a 4,2 mil quilos por hectare.

O milho, por sua vez, deverá apresentar queda de aproximadamente 10% na produção, sendo estimada em 13,4 milhões de toneladas. Apesar das boas chuvas do mês de junho, a estiagem registrada em meses anteriores, durante o desenvolvimento vegetativo e estádio reprodutivo da cultura, afetou o desenvolvimento do cereal. Atualmente, cerca de ¾ das lavouras ainda estão em fase suscetível a geadas. Esse cenário pode resultar em uma maior queda de produtividade depois de avaliados os impactos das geadas ocorridas no estado no fim do mês passado.

Outras informações sobre as demais culturas cultivadas no Paraná e demais estados brasileiros estão disponíveis no site da Companhia.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios