Polícia Civil elucida morte de ‘Canário’

S. A. PLATINA
Ação conjunta das Polícias Civil e Militar revela que José Marcelo de Almeida, o ‘Canário’ pode ter sido vítima de latrocínio

Imprensa PCPR


Ação conjunta entre as polícias Civil e Militar elucidou no fim da tarde desta sexta-feira (11) a morte de José Marcelo de Almeida, 48 anos, vulgo ‘Canário’, cujo corpo foi encontrado com sinais de violência na manhã de quarta-feira (9), à margem da PR-439, sobre a ponte do Rio das Cinzas, próximo a Santo Antônio da Platina/PR.

A equipe da Polícia Civil apurou que o veículo da vítima havia sido roubado pelos criminosos e a informação foi compartilhada entre os policiais, sendo localizado na quinta-feira (10) pela Polícia Militar no povoado da Platina.

Em investigação posterior pela Polícia Civil, foi observado que estava faltando a caixa de som que ficava no porta-malas do veículo. No final da tarde desta sexta-feira, um investigador suspeitou de anúncio realizado em redes sociais de uma caixa de som e a informação foi compartilhada entre as forças de segurança.

Em seguida policiais militares realizaram a abordagem do suspeito em via pública, o qual informalmente confessou ter realizado a venda da caixa de som para outra pessoa sendo o objeto recuperado.

O homem foi conduzido à 38ª Delegacia Regional de Polícia, e interrogado pelo delegado foi imputado ao mesmo a autoria do crime de latrocínio. Outro suspeito também foi abordado e interrogado, porém ambos estavam acompanhados de advogado e permaneceram em silêncio.

O delegado Rafael Guimarães informou que outras diligências investigativas ainda em andamento e vão reforçar “com bastante clareza” as provas contra os suspeitos.

Um dos suspeitos tem 18 anos e não possui passagens pela polícia. O outro é de Pernambuco e tem 32 anos.

A motivação do crime considerada pela investigação seria a de cobrança por dívida de droga.

Os suspeitos foram liberados por não estarem em situação de flagrante delito, porém o delegado afirma que vai representar pela prisão dos mesmos.

Sair da versão mobile