Capa

PM qualifica policiais para Patrulha Rural

SEGURANÇA PÚBLICA
Em Santo Antônio da Platina, programa em parceria com o Sindicato Rural Patronal teve início em 2020

Tá No Site

A Polícia Militar do Paraná promove, entre os meses de abril e maio, uma formação voltada a policiais que já fazem ou passarão a fazer parte da Patrulha Rural, nos mais diversos municípios do Estado. O curso integra um projeto maior da corporação, chamado PMPR 90, que busca ampliar as ações para proporcionar mais segurança nas áreas fora de zonas urbanas.

A notícia é comemorada pelo presidente do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina, José Afonso Junior, entidade parceira e propulsora do programa no município, que teve início em 2020. Na tarde desta segunda-feira (18) ele recebeu o major Márcio Jaquetti do 2ºBPM de Jacarezinho, o capitão Marciano Corsini, comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar de Santo Antônio da Platina e o coronel reformado da PM, Airton Sérgio Diniz, que falaram sobre a qualificação de policiais da região para integrar a Patrulha Rural.

“Trata-se de uma iniciativa de suma importância do governo do Estado para ampliar a segurança aos produtores rurais de Santo Antônio da Platina e toda a região. Em 2020, junto com o Conselho Municipal de Segurança e outros colaboradores, iniciamos a parceria com o 2º Batalhão de Polícia Militar por mais segurança no campo e obtivemos bons resultados, que agora tendem a melhorar e muito com equipes exclusivas da Patrulha Rural”, disse Afonso Junior acrescentando. “Importante salientar a participação de todos os envolvidos nesta importante conquista para o Norte Pioneiro, entre elas o deputado federal Pedro Lupion; o deputado estadual Luiz Claudio Romanelli; os nossos ex-comandantes do 2º BPM, Coronel Diniz e Coronel Morais; o major Robson Falk; o nosso comandante local da PM, capitão Corsini; o prefeito Zezão; o vereador Mineiro, em nome de todo o Legislativo platinense; o presidente do Conselho Municipal de Segurança (CONSEG), Alex Dias Massarelli; o Ministério Público, o Poder Judiciário, entre tantos colaboradores”, conclui.

Patrulha Rural

A Patrulha Rural existe desde 2009 no Paraná. No ano passado, o comando-geral da PM, a fim de atualizar os programas destinados à comunidade, determinou que fosse atualizada a Patrulha Rural, com base em experiências que deram certo em outros Estados. Com base em estudo, a PM elaborou um programa de formação para policiais de duas semanas para cada turma. As disciplinas definidas para o curso envolvem duas vertentes. A primeira abrange questões fundamentais, como policiamento de proximidade, patrulhamento comunitário, direitos humanos e legislação aplicada. Na parte profissional, os policiais vão ser atualizados em relação a armamentos e tiro policial, uso seletivo e diferenciado da força, sistemas mobile, placas de identificação, atendimento hospitalar, primeiros socorros, atividades física e militar, entre outros.

Sistema de consulta

Em breve, uma novidade à disposição dos policiais da Patrulha Rural será o novo sistema para consulta e cadastro de informações de propriedades rurais. Um aplicativo de celular vai permitir a integração entre a base de dados da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o sistema da Polícia Militar. Assim, será mais rápido levantar informações como quais e quantos animais a propriedade possui, os limites físicos de cada fazenda, onde estão as reservas legais, maquinários utilizados no local, entre outras informações importantes.

Novas viaturas

Ainda, a Polícia Militar está prestes a entregar 40 novas viaturas exclusivas para Patrulha Rural, sendo caminhonetes preparadas especialmente para esse tipo de trabalho nas áreas mais remotas. Entre os diferenciais estão o sistema de iluminação mais robusto, camburões e carrocerias mais reforçadas e a própria característica do veículo (picape), mais indicada para locais de difícil acesso como estradas sem pavimentação em áreas íngremes ou com lama. Os veículos já foram comprados e estão em fase final de preparação antes da distribuição nas diferentes regiões do Estado.

Cartilha orienta produtores

O governo do Estado, em parceria com o Sistema FAEP/SENAR-PR, elaborou uma cartilha sobre Segurança Rural. O material trata sobre como reduzir as chances de agricultores e pecuaristas serem vítimas de criminosos. Algumas das principais dicas de segurança envolvem mudanças comportamentais, estruturais, nas edificações, cercados e iluminação dos moradores de áreas mais distantes de centros urbanos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!