Arapoti

Museu Imigrante Holandês de Arapoti está apto a receber recursos da Lei Rouanet

Criada em 2007, instituição localizada em Arapoti (PR) preserva a memória da Capal Cooperativa Agroindustrial com um rico acervo reunido desde a constituição da colônia holandesa em 1960

Assessoria de imprensa Capal Cooperativa Agroindustrial


O Museu Imigrante Holandês, gerido pela Associação Parque Histórico de Arapoti, está apto a receber recursos provenientes da Lei de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet. Com isso, empresas e pessoas físicas podem patrocinar a instituição e abater o valor total ou parcial do Imposto de Renda. Os recursos para o projeto cultural serão investidos na reestruturação do museu localizado em Arapoti (PR).

Em 2007, três anos após a fundação da Associação Parque Histórico de Arapoti, foi inaugurado o Museu Imigrante Holandês, que reúne um valoroso e completo acervo da história da imigração holandesa no Paraná e o surgimento da colônia, em 1960. A colônia, inclusive, foi fundamentada nos pilares do cooperativismo, da educação e da religiosidade, concretizadas nas instituições da cooperativa de produção agrícola (a Capal Cooperativa Agroindustrial), escola e igreja.

O surgimento do museu ocorreu pelas doações entre os membros da comunidade holandesa. A sua atual estrutura é uma edificação construída em 1963, o entreposto para a atividade leiteira, primeiro e fundamental segmento que garantiu o sustento das famílias e gerou desenvolvimento econômico na região.

Devido à importância histórica para o município, o cooperativismo conta com uma sala exclusiva no Museu, que destaca as trajetórias das cooperativas Capal, Ceral e Sicredi.

Os eventos culturais realizados no local também preenchem o calendário de festividades da cidade, incorporando ainda mais a cultura holandesa no contexto turístico. Os eventos também colaboram com a arrecadação da instituição, porém, em 2020, foram cancelados devido à pandemia de Covid-19.

Melhorias

Os recursos obtidos serão revertidos em um conjunto de investimento voltado para a elaboração do plano museológico, do tratamento técnico (higienização, conservação preventiva, arrolamento e acondicionamento) do acervo existente e da equipagem do museu, contemplando os setores administrativos e técnicos da instituição, com a implantação da reserva técnica. Também serão feitas palestras em Arapoti, como forma de difundir o conhecimento e formar público no município.

O retorno institucional para as empresas patrocinadoras, conforme o aporte, são: publicações de material de divulgação do museu; matérias espontâneas na mídia (sempre que o veículo de comunicação achar pertinente); cotas de ingresso de visitação; inclusão de logotipo como patrocinador em folders, material institucional e demais materiais impressos; entre outros.

Sobre a Capal Cooperativa Agroindustrial
Fundada em 1960, a CAPAL conta atualmente com mais de 3,2 mil associados, distribuídos em mais de 20 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo. A cadeia agrícola responde por cerca de 70% das operações da cooperativa, produzindo 730 mil toneladas de grãos por ano, com destaque para soja, milho, café e trigo. A área agrícola assistida chega a quase 150 mil hectares. O volume de leite negociado mensalmente é de 11 milhões de litros, proveniente de 360 produtores com uma média de produção de 2,5 mil litros por dia. Além disso, a cooperativa comercializa mais de 31 mil toneladas de suínos vivos.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios