Cadernos

MEI pode comprar carro com até 30% de desconto; Veja algumas dicas

Especialista explica como um microempreendedor individual pode garantir desconto na compra de um carro novo.

 LORENA DE SOUSA

O Microempreendedor Individual (MEI) que tem interesse em comprar um carro zero quilômetro pode conseguir descontos de até 30%. As informações são do especialista em direito tributário Ângelo Peccini Neto, que explica quais são as exigências e os cuidados que devem ser tomados.

A categoria foi criada com o intuito de promover a formalização de trabalhadores autônomos. Ao se enquadrar no MEI, o trabalhador recebe o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e ganha direito a uma série de benefícios previdenciários.

Além disso, atualmente existem linhas de crédito exclusivas para esse público, com taxas de juros especiais e condições facilitadas de pagamento. Para ter acesso a todas essas vantagens, é necessário estar atento aos limites da categoria.

“O faturamento anual do MEI não pode ultrapassar R$ 81 mil. O limite para compra de produtos para comercialização ou industrialização é de 80% do faturamento atual, ou seja, R$ 64.800,00″, explica Peccini Neto.

Carro novo com desconto

Quem satisfaz todos os requisitos tem direito a comprar um automóvel com descontos de até 30%. Nesse caso, não há limites de bens. “É importante ressaltar que para a compra de bens o limite de R$ 81 mil não é aplicado, ou seja, o MEI pode adquirir um veículo com valor superior a R$ 64.800,00”, diz.

Ele cita a situação de um vendedor que precisa de um carro para comercializar seus produtos. Com o valor atual do dólar, é muito fácil uma van ultrapassar esse valor. A preocupação nesse caso é se o profissional terá condições de pagar o veículo.

“Se o MEI ultrapassar o limite ele deve imediatamente realizar as adequações necessárias para Microempresário. Caso ele não faça isso, a Receita Federal poderá fazer o desenquadramento retroativo, que implica na cobrança retroativa de impostos, bem como na aplicação de multa por falta de comunicação”, avisa.

Segundo o especialista, também é importante ficar atento às outras regras da categoria, como não fazer parte de outra empresa, não ter sócio e contratar apenas um empregado. “Nem todas as atividades são permitidas para este tipo de natureza empresarial, somente as listadas na lei”, completa.

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios