Geral

Justiça condena dupla por homicídio de taxista

Tribunal do Júri de São Jerônimo da Serra condena por homicídio qualificado dupla denunciada pelo MPPR pela morte de taxista de Ventania em 2020

Imprensa MPPR

O Tribunal do Júri de São Jerônimo da Serra, no Norte Pioneiro do estado, condenou a 21 e a 23 anos de reclusão por extorsão qualificada, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver dois homens que mataram um taxista de Ventania em 10 de outubro de 2020. A dupla foi denunciada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça da comarca, onde houve o julgamento, já que o assassinato foi consumado na zona rural de São Jerônimo da Serra.

Conforme a denúncia, um dos criminosos, que costumava usar os serviços do taxista, havia emprestado da vítima R$ 1,5 mil, mas vinha adiando o pagamento do empréstimo. O devedor, entretanto, não tinha intenção de quitar a dívida e, junto com um sobrinho, combinou uma corrida com o taxista, dizendo que iria sacar o dinheiro para pagá-lo.

Eles embarcaram no táxi em Ventania, simulando uma viagem até Curiúva, mas fizeram com que o motorista dirigisse até Assaí, a aproximadamente 140 quilômetros de distância, e sacasse R$ 940 reais de um caixa bancário eletrônico, sempre mantendo-o sob ameaça. Em seguida, foram até São Jerônimo da Serra, onde o executaram com golpes de faca, abandonando o corpo em uma represa.

Os jurados acataram na íntegra as teses do Ministério Público, considerando como qualificadoras o motivo torpe, o emprego de meio cruel e o uso de emboscada (uma vez que os homicidas aproveitaram o fato de que o devedor costumava utilizar os serviços do taxista, simulando a contratação da viagem).

Ambos os réus já estavam presos e tiveram a prisão preventiva mantida na decisão judicial.

Processo número 0001981-26.2020.8.16.0169.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!