Geral

Vírus já atinge 373 cidades (93%) em todo o Estado. O que fazer?

Da Redação Paraná Portal


Relatório da Secretaria da Saúde nos mostra um quadro preocupante no nosso Estado em relação ao vírus. Quando as autoridades sanitárias e o próprio governo fazem um alerta sobre a doença é porque estamos chegando ao limite do intolerável e não são apenas as pessoas de risco as vítimas, mas toda a sociedade que perde um parente, um amigo.

Nesta quarta-feira (8), o Governo do Estado divulgou relatório sobre a Covid-19 no Paraná, onde a doença vem se espalhando e alcançou na terça-feira (7) 373 cidades (93%), 117 dias após os primeiros registros da pandemia (12 de março). Apenas em 26 municípios não havia casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

A evolução é significativa em julho. Os sete primeiros dias do mês concentraram 11.322 casos, ou 33% de toda a pandemia, iniciada em março. Já são 202 óbitos apenas neste mês, 24% do total registrado no ano.

O aumento significativo nos últimos 40 dias tirou o Paraná da liderança do índice de casos por 100 mil habitantes, alcançada desde o começo da pandemia com o esforço da sociedade e do Governo do Estado.

Na terça-feira, segundo o Ministério da Saúde, o índice do Paraná era de 300,1, enquanto Minas Gerais (287,7) e Rio Grande do Sul (297,1) tinham taxas menores.

“É uma doença muito séria. Tanto que mesmos os países que já tiveram a sua pior fase da pandemia estão em constante alerta para frear novos surtos, com medidas de isolamento e distanciamento para as pessoas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Não há fórmula para vencê-la, precisamos estar juntos nessa batalha”.

Deixe um Comentário