Cambará Polêmica

Vídeo mostra presos cavando buraco na cadeia de Cambará

Picareta, marreta e muita terra. Como esses instrumentos entraram na cadeia sem que funcionários do Depen percebessem

Da Assessoria


Uma fuga de 36 presos em Cambará, ocorrida na última terça-feira (22), da cadeia que funciona em prédio anexo à delegacia da Polícia Civil está ganhando repercussão nacional, exigindo uma resposta das autoridades paranaenses. As imagens revelam uma situação vergonhosa, com os detentos ostentando picareta, carrinho de pedreiro e muita terra.

O vídeo vazou de dentro da cadeia e um leitor da Tribuna do Vale encaminhou à redação por whatsapp. Várias emissoras de TV também exibiram as imagens, gerando questionamento de como tudo isso ocorreu sem que os responsáveis pela cadeia (Depen-PR) e da própria delegacia (Polícia Civil), que poderiam evitar a fuga de presos.

 O vídeo mostra o trabalho dos presos que cavaram um túnel de 30 metros ligando as celas ao pátio do Tiro de Guerra, que fica ao lado da delegacia por onde escaparam 36 detentos.

O vídeo tem como trilha sonora a música Os MLK é Liso’, do MC Rodolfinho. Segundo relato no site da Banda B, que também exibiu as imagens, o vídeo foi editado pelos próprios detentos e mostra todos posando com orgulho e rindo enquanto mexiam no buraco. No pátio da delegacia, aparecem carriola, picareta e muita terra.

Não fica claro no vídeo se as imagens foram feitas antes ou depois da descoberta do túnel. Os 36 presos que fugiram testaram positivo para coronavírus, dos quais, apenas nove foram recapturados.

Na segunda-feira (21), um dia antes da fuga, o Depen divulgou que 118 dos 122 detentos da unidade testaram positivo para a Covid-19 e todos que fugiram estavam contaminados.

No dia da fuga, o coordenador regional do Depen, Reginaldo Peixoto, disse à Banda B como aconteceu a fuga. “Por volta das 5 horas, numa ronda, foi encontrado um túnel. Foi então que com a contagem verificamos que houve a fuga. Estamos com a PM no local e já providenciamos o fechamento deste buraco. São 118 casos confirmados com Covid”, disse na terça-feira.

Segundo uma fonte revelou, um funcionário do Depen teria sustentado que as imagens foram feitas depois que o túnel foi descoberto e que os presos filmados estariam consertando o buraco aberto na cadeia, pouco provável na visão de especialistas, já que este tipo de trabalho geralmente é feito por empresa, até por questões de seguranças.

Deixe um Comentário