Bandeirantes

Veteranos recebem calouros com trote humilhante na UENP

Imagens mostram calouros banhados de esterco e sendo obrigados a beijar uma cabeça de porco

Aprovados no curso de Medicina Veterinária são obrigados a passar esterco pelo corpo
FOTOS: Reprodução Facebook

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale


Calouras são obrigadas a beijar de língua uma cabeça de porco
FOTOS: Reprodução Facebook

O que era pra ser uma calorosa recepção aos aprovados no vestibular para o curso de Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus de Bandeirantes, acabou por humilhação em público, conforme os denunciantes.

Os veteranos do curso promoveram o famoso trote universitário, uma espécie de “ritual de passagem”, que deveria ser saudável e divertido. Porém, imagens e vídeos gravados pelos próprios acadêmicos, mostram cenas de humilhação em público, onde alunas são obrigadas a passar esterco pelo corpo e até mesmo de joelhos, beijar de língua uma cabeça de porco.

As cenas causaram revolta nas redes sociais, por colocar os calouros em tal situação de constrangimento. Em uma das cenas, por exemplo, uma pessoa reclama do cheiro fétido do local onde ocorre o trote enquanto grava o vídeo. Os denunciantes cobram uma posição da diretoria do campus, e pedem que os alunos envolvidos sejam devidamente punidos por expor os calouros a tamanha humilhação. As imagens que circularam pela internet rapidamente viralizaram, gerando revolta nos internautas.

Em nota, a Universidade Estadual do Norte do Paraná informa que proíbe o trote violento e de natureza vexatória e que a instituição repudia os atos ocorridos em Bandeirantes com estudantes ingressantes. A UENP investigará os fatos para responsabilizar os veteranos envolvidos no trote.

Na segunda-feira, 11, a instituição realizou uma publicação nas redes sociais com a mensagem de que “Violência não é Recepção”, alertando para a necessidade de dizer não às atitudes violentas, ofensivas e discriminatórias durante a recepção dos novos alunos da Uenp.

Por outro lado, assessoria de comunicação destaca as ações realizadas por outros cursos de graduação da Universidade como o “Trote Solidário”, que deverá arrecadar alimentos não perecíveis, brinquedos, roupas, material escolar, material de higiene, material de uso pessoal para idosos e ração para animais, dentre outros, para posteriormente serem doados a instituições de caridade ou Ongs dos municípios.      

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: