Santo Antônio da Platina

Vereadores derrubam veto e mantêm reajustes dos salários

Vereadores derrubaram o voto do prefeito Zezão e mantiveram o reajuste dos próprios salários
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Da Redação


Cinco dos nove vereadores de Santo Antônio da Platina derrubaram, na noite desta segunda-feira (9), o veto do prefeito José da Silva Coelho Neto (PHS) ao projeto de lei que autoriza o reajuste dos subsídios dos parlamentares de R$ 998 para R$ 4.251.

O projeto, de autoria do Legislativo, foi aprovado no dia 5 de agosto por cinco dos nove vereadores. O reajuste salarial deve representar um impacto de R$ 351 mil no orçamento anual.

O prefeito José da Silva Coelho Neto (PHS) disse que vetou a proposta por não haver justificativa para o reajuste de mais de quatro vezes o subsídio atual. “O principal motivo do veto é que não existe nenhuma justificativa para esse aumento nos salários, o vereador não tem necessidade de se dedicar exclusivamente ao cargo. Pode e deve continuar a vida profissional, o que é diferente de diretores, secretários municipais e prefeitos que se dedicam exclusivamente ao cargo”, justificou Zezão à época ao G1 PR.

Com a decisão dos vereadores pela derrubada do veto do prefeito José da Silva Coelho Neto, os novos salários passam a valer a partir de janeiro 2021, já na próxima legislatura.

Deixe um Comentário