Cambará

Vereador nega ter fotografado retirada de acervo de Cláudia Batista

Vereador Gil dos Anjos

Da Redação


O vereador Gil dos Anjos, membro da Câmara Municipal de Cambará, encaminhou à redação da Tribuna do Vale, texto como direito de resposta, contestando a veiculação, na edição do último fim de semana, em que é acusado de, desrespeitando a dor da família da ex-vice-prefeita Cláudia Batista, que faleceu no último dia 24, ter captado imagens do momento em que funcionários da prefeita retiravam o acervo pessoal, doados pelas duas filhas da líder municipalista. Eis a íntegra do texto encaminhado pelo vereador: 

“Com base em matéria vinculada na edição Nº3899 deste último fim de semana pelo jornal Tribuna do Vale, onde relata explicitamente meu nome, vereador Gil dos Anjos, agindo com a má fé, utilizando de inverdades, onde se revelando a mais suja politicagem utilizada para tentar atingir a minha pessoa e meu papel como vereador que sou deste município.

Os fatos apresentados, direcionam que eu, vereador Gil dos Anjos, fui até a residência da ex-vice-prefeita e ex-secretária municipal de Educação e Cultura, Claudia Batista para fotografar o caminhão da prefeitura municipal fazendo a coleta do acervo que fora doado pelas suas filhas (Julia e Heloísa) para entidades do município. 

Tendo também que manifestar que uma das fotos usufruídas para disseminar o ódio contra mim, dizendo que eu as tirei, é de dentro da residência, aí pergunto: Como eu, vereador, que sempre lutei pela verdade, pela minha trajetória de vida seria capaz de invadir a residência de alguém com funcionários do município que lá estavam? Jamais me rebaixaria a tal ponto.

Além de mencionar que segundo as informações prestadas pelos próprios servidores, é que as fotos foram tiradas unicamente por uma das filhas do prefeito Neto e da ex-vice-prefeita Claúdia, que parabenizo a bela atitude de doar estes bens ao município.

Venho a público afirmar com todas as letras e com a verdade acima de qualquer situação que nunca agiria com este tipo de jogo sujo, principalmente nestas horas de extrema dor, tanto com suas filhas, quanto com o prefeito Neto, que tenho minhas estimas e consideração.

Tenho como comprovar através de filmagens e por servidores desta estimada casa de leis que no momento que fora divulgado estas informações, estava no recinto da Câmara Municipal e as mensagens me foram encaminhadas, logo, não partiram de mim em hipótese alguma, além disso, apenas passei pela rua para ir até a “minha” residência, não tendo parado para fotografar ou algo do tipo.

Quem me conhece como ser humano e como vereador, sabe que jamais entraria neste jogo sujo, sabendo o sentimento de perder alguém que realmente amamos. Porém deixo aqui também manifestado que já entrei com as medidas cabíveis para defender a minha honra e minha credibilidade, papel este que sempre defendi, como pessoa e homem público.

Reitero: 

A atitude de quem faz isso foi baixa e eu jamais concordaria com isso neste momento de dor”.

E termino esta nota usando uma citação do grande filósofo romano, Túlio Cícero: “A respeito da injustiça é cometida de duas formas: pela violência e pela fraude. uma diz respeito à raposa, outra ao leão. todas as duas são indignas do homem, mas a fraude é a mais desprezível. de todas as injustiças a mais abominável é a desses homens que, quando enganam, procuram parecer homens de bem!”.

Deixe um Comentário