Andirá Eleições

Velhos nomes da política regional tentam retornar à vida pública

Alguns trazem na bagagem grandes realizações quando ocuparam cargos eletivos

Ex-prefeito de Andirá, Carlos Kanegusuku
CRÉDITO: Arquivo

Da Redação


O Norte Pioneiro vê ressurgir antigas lideranças que já ocuparam cargos públicos no passado e que ficaram por anos afastados da atividade política em seus municípios. Alguns deles deixaram saudades pelo legado que deixaram na passagem pelas prefeituras e voltam agora na tentativa de reviver os bons momentos que marcaram suas trajetórias.

Um desses nomes é o ex-prefeito de Andirá, Carlos Kanegusuku, o Kaneko, como é mais conhecido, administrou o município entre os anos de 2001 e 2004, tendo entre seus maiores feitos, a municipalização do sistema de abastecimentos de água e esgotos, tirando da Sanepar o monopólio desses serviços.

A municipalização do abastecimento de água e coleta e tratamento de esgotos foi justamente as maiores dores de cabe de Kaneko ao deixar a prefeitura. Ele foi acusado de irregularidades na contratação de uma empresa que viria a gerenciar os serviços, custando-lhe processos, indisponibilidades de bens, entre outros.

Mas o que marcou dolorosamente sua vida pessoal e familiar foi a perda de um filho em acidente automobilístico, um dos motivos que o levou a deixar oi Brasil com a família, indo residir na terra dos pais, o Japão, onde permaneceu por muitos anos.

Livre das amarras jurídicas, Kaneko anuncia nas redes sociais sua pré-candidatura a prefeito e mexe com a temperatura política, já que deverá enfrentar a atual prefeita, Ione Abib, viúva do também ex-prefeito Alarico Abib e líder de um grupo político que tem disputas políticas históricas no município.

Jacarezinho

Em Jacarezinho, o ex-deputado estadual Luiz Antônio Setti, filho do ex-prefeito Ademar Setti, retorna à cidade depois de muitos anos ausente, de olho na cadeira que foi ocupada pelo pai entre os anos de 1989 e 1992. O ex-parlamentar tem contra si a longa ausência da cidade e a perda de contato com as principais lideranças, mas promete surpreender.

Outros que querem reocupar os cargos que já exerceram são o ex-prefeito de Guapirama, Eduí Gonçalves, o Dudu, prefeito por três vezes; Marcos Antônio David, o Pezão, de Carlópolis, que repete o embate das eleições passadas quando perdeu para o atual prefeito, Hiroshi Kubo.

Em Ibaiti a disputa vê o retorno do ex-prefeito Marlei Ferreira, que administrou a cidade entre os anos de 1989 e 1992. Ele aposta no trabalho que realizou nas áreas de saúde, habitação e apoio à agricultura. Ele deve enfrentar o atual prefeito Antonely de Carvalho. Fala-se numa provável candidatura do ex-prefeito Luiz Carlos dos Santos, o Peté, que, todavia, deve ser improvável em razão de um tratamento de saúde que realiza em Curitiba.

Em Joaquim Távora quem ressurge viabilizando um amplo leque de apoios é o ex-prefeito Cláudio Revelino, cujos prováveis adversários ainda estão indefinidos.

Ribeirão Claro vê uma situação inédita: o enfrentamento entre dois adversários que concorreram juntos nas últimas três eleições. O atual prefeito Mário Augusto Pereira já oficializou sua pré-candidatura à reeleição, contra seu atual vice e também ex-prefeito, João Carlos Bonato, que se uniu ao grupo do ex-prefeito Geraldo Maurício Araújo, que indicou a pré-candidata a vice, Ana Maria Baggio Molini, esposa do também ex-prefeito Kiko Molini.

A Tribuna do Vale, a partir desta semana, passa a publicar reportagens analíticas de cada município da região, apresentando o quadro de candidatos e as prováveis alianças que cada um, vier a estabelecer.     

Deixe um Comentário