Educação Paraná

Universidades estaduais estão entre as melhores do mundo

World University Rankings 2021, da revista britânica Times Higher Education (THE), avaliou 1.527 universidades em 93 países. Estão entre as melhores a UEL (Londrina), UEM (Maringá), UEPG (Ponta Grossa) e Unioeste (Oeste do Paraná).

De AEN


As universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e do Oeste do Paraná (Unioeste) estão entre as melhores do mundo, segundo o World University Rankings 2021 da revista britânica Times Higher Education (THE), divulgado nesta quarta-feira (2).

O ranking avaliou 1.527 universidades em 93 países. As notas são construídas com base em 13 indicadores que medem o desempenho das instituições em ensino, pesquisa, transferência de conhecimento para a indústria e perspectivas internacionais. As quatro universidades estaduais aparecem entre as 1.000 melhores do mundo.

 “É um orgulho saber que o sistema paranaense de ciência, tecnologia e ensino superior é reconhecido internacionalmente, por meio das nossas universidades estaduais. A classificação é resultado do trabalho dos professores, pesquisadores, estudantes e agentes universitários que se empenham diariamente”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona.

RESULTADOS – A UEL se destacou como a 2ª melhor universidade paranaense e a 43ª melhor universidade do Brasil. A Universidade também se reafirma como a quinta melhor universidade entre as estaduais brasileiras, atrás da Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Campinas (UNICAMP), Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

“A UEL se destaca na categoria ensino, o que denota a qualidade dos cursos de graduação da instituição, do esforço e do empenho de todo corpo docente, discente e técnico”, destacou a diretora de Avaliação e Informação Institucional da Pró-Reitoria de Planejamento da UEL, Elisa Tanaka Carloto.

A UEM se manteve entre as oito melhores instituições estaduais públicas de ensino superior. A instituição melhorou seu desempenho nas categorias de ensino, pesquisa, internacionalização e volume de citações.

Já a UEPG aparece como a 5ª melhor universidade paranaense e entre as 50 mais bem colocadas do Brasil. Para o reitor da UEPG Miguel Sanches Neto, a universidade consolida seu posicionamento entre as melhores instituições superiores de ensino a cada edição do ranking do THE.

“O reconhecimento da qualidade da nossa universidade é fruto do trabalho de toda a comunidade acadêmica, professores, alunos e agentes universitários”, considera. “Esta é uma conquista coletiva”, comemora o reitor da UEPG.

A Unioeste conquistou a 53ª colocação entre as universidades brasileiras e é a 7ª melhor paranaense. Para o assessor de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Unioeste, Rafael Mattiello, o reconhecimento internacional da instituição em diferentes rankings universitários, demonstra que ela vem, cada vez mais, cumprindo sua missão de prover uma educação de qualidade, pesquisas acadêmicas de excelência e extensão universitária que impactam diretamente toda a sociedade em seu entorno.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Deixe um Comentário