Educação

UENP oferece cursos de português a estrangeiros

Assessoria UENP


O Centro Internacional de Idiomas (CII) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), com o apoio da Coordenadoria de Relações Internacionais (CRI), realiza, desde o início da pandemia, curso de português para comunidade de imigrantes que reside na região. A ação envolve graduandos em Letras da UENP no processo de consolidação do ensino de português para estrangeiros, como um contexto de formação e de atuação docente.

A demanda por cursos de português partiu, inicialmente, de estrangeiros da cidade de Jacarezinho. A comunidade de imigrantes, composta, em sua maioria, por imigrantes de Bangladesh e da Guiné-Conacri, forma um grupo em expansão de moradores que necessitam desenvolver seus conhecimentos da língua portuguesa, para melhorar seu processo de integração às práticas sociais e para ampliar as possibilidades de estudo e trabalho no Brasil. Identificada a demanda apresentada pela comunidade, o CII buscou viabilizar a realização de cursos à distância, tendo em vista o período de pandemia, por meio da atuação das professoras e orientadoras voluntárias, professoras Isabelle Soares e Micheli Souza.

Após a oferta de dois cursos totalmente online, realizada no primeiro semestre, as professoras buscaram atrair a atenção de graduandos em Letras para esse campo de atuação e pesquisa. Atualmente, o CII estabeleceu uma colaboração inédita com o Escritório de Cooperação Internacional (ECI) da Universidade Estadual de Maringá (UEM). O objetivo da parceria é atender ao público de alunos graduandos e pós-graduandos imigrantes de ambas as instituições. Para garantir a permanência e o bom desempenho dos alunos nos cursos, além da melhor interação com a comunidade interna e externa da UEM, a aprendizagem de português torna-se fundamental e sinaliza a demanda pela aprendizagem de português como segunda língua ou como língua adicional.

O CII oferece, para o segundo semestre de 2020, mais dois cursos totalmente gratuitos. O primeiro, “Português para Universitários Imigrantes”, surge da parceria com a UEM e busca atender à comunidade interna de alunos de ambas as instituições. Os instrutores voluntários são os graduandos William Messias Secco (4º ano, Letras Português/Inglês, CLCA) e João Victor Fredegoto (2º ano, Letras Português/Inglês, CLCA). O segundo curso é “Português para Estrangeiros: comunicação oral e escrita”, busca atender à comunidade externa da UENP e será ofertado pela instrutora voluntária Talita Maria Rodrigues dos Santos (1º ano, Letras Português/Inglês, CCP). Os instrutores voluntários receberão apoio pedagógico da equipe do CII e serão certificados por sua atuação.

Segundo a coordenadora do CRI e CII, professora Eliane Segati Rios Registro, esta ação, além de propiciar a qualificação profissional dos graduandos em Letras, estimula ações de voluntariado, contribuindo e fortalecendo o papel da universidade a favor da comunidade. “Este trabalho oportuniza aos imigrantes e refugiados alunos dos cursos uma melhor reinserção profissional e social por meio da qualificação da língua portuguesa”, disse Eliane. As professoras Isabelle e Micheli destacam a contribuição das experiências de ensino de português para estrangeiros para a formação dos graduandos.

Graduandos dos cursos de Letras estão convidados a participar das ações conduzidas pelo CII, para promover o desenvolvimento do campo de português para estrangeiros nas instituições e viabilização de novas oportunidades de cursos. As oportunidades de atuação podem ser acompanhadas por meio da página do CII, do seu perfil no Instagram, no Facebook e pelo e-mail [email protected].

Deixe um Comentário