Tecnologia

Transformação digital – 7 maneiras de colocar em prática

Da Assessoria


A transformação já é uma realidade para as empresas se adaptarem aos novos tempos, especialmente durante o período de pandemia. Além disso, a digitalização vai além de ter um site, comprar domínio e gerenciar redes sociais. 

A transformação digital consiste em uma ampla mudança na empresa, tanto no modo como realiza as suas atividades quanto no atendimento aos clientes. 

A digitalização de um negócio pode ser feita em empresas de qualquer segmento, se tornando a alternativa mais adequada para ela manter a marca relevante e forte diante dos seus clientes.

Saiba como colocar em prática a transformação digital em sua empresa

Sobre transformar digitalmente os processos da sua empresa, a única certeza é que isso deve ser feito “para ontem”. Não há motivo e nem como esperar. 

O empreendimento que não contar com recursos digitais modernos para sanar os problemas do cliente estará fadado a correr atrás dos concorrentes. Por isso, mesmo que não seja o único caminho, comprar domínio e começar a planejar um site já é um grande começo. 

Porém, é sempre importante lembrar que o processo de digitalização nunca é um caminho com início, um meio e um fim. Pelo contrário, como se trata de tecnologia, é algo que deve ser constantemente atualizado, pesquisado e revisado.

O fato é que a transformação digital traz uma série de benefícios para o seu negócio. O atendimento, por exemplo, passa a ser feito de forma mais eficiente e organizada. O resultado disso são clientes mais satisfeitos e a sua marca cada vez mais forte.

Também é importante lembrar que o empreendedor que colocar entre as suas prioridades a automatização de processos vai reparar no aumento da produtividade. Isso ocorre porque a tecnologia irá reduzir as atividades mais repetitivas, agilizando o trabalho dos colaboradores.

Diante disso, para você colocar em prática todas essas vantagens, é pertinente ficar atento para algumas ações básicas sobre o assunto. Vamos ver quais são elas? 

1 – Promova uma alteração cultural no seu negócio

É bem verdade que determinados negócios possuem um perfil mais tradicional em relação aos outros. 

Nesses casos, é normal que os gestores, habituados a processos mais convencionais, torçam o nariz para o moderno mundo digital, repleto de “algoritmos”, “business intelligence” e outros termos cada vez mais em voga.

Por isso, para eles nem sempre é fácil olhar com bons olhos a digitalização. Isso é compreensível, pois a novidade pode ser um terreno estranho. Além do mais, muitos colaboradores podem pensar que em breve serão substituídos por robôs.

É nesse contexto que se torna fundamental antes estabelecer uma mudança cultural no seu negócio, explicando que a transformação digital tem o objetivo de trazer benefícios e não prejudicar. 

Ou seja, é fundamental reforçar que por meio de uma mudança cultural é possível mostrar para os colaboradores que a empresa vai se tornar mais competitiva.

2 – Invista na capacitação dos colaboradores

A mudança no modo de pensar o seu negócio apenas só trará resultados satisfatórios caso seja acompanhada com trabalhos de capacitação. Sem a devida orientação não é possível promover uma eficiente transformação digital. 

Por esse motivo, para garantir que todos os segmentos do seu negócio estejam preparados para assimilar bem a automação de processos, invista na capacitação do seu time.

Treinamentos e conversas constantes são fundamentais para promover uma digitalização segura em todos os setores do seu negócio. 

Por essa razão, não deixe de investir em cursos, palestras e programas capazes de desenvolver as habilidades dos colaboradores para viabilizar essa transformação.

Um exemplo disso é antes de utilizar ferramentas de gestão de equipes, como o Trello ou Asana, explique os propósitos e como é o procedimento para utilizá-las.

3 – Avalie como são feitos os processos do seu negócio

Talvez, devido aos vários anos de procedimentos realizados da mesma maneira, determinadas atividades da sua empresa são realizados do mesmo jeito há tempos. Sendo assim, é normal que muitos deles não tenham acompanhado os avanços da tecnologia.

Portanto, boa parte desses processos podem estar obsoletos. Isso é um empecilho que certamente vai atrapalhar a automação desses procedimentos.

Por isso, faça análise do seu ciclo de produtos, avalie os processos de venda e outras ações. Verifique também se é possível gerenciar muitos procedimentos por meio de recursos mobile, que hoje em dia é muito importante.

Um exemplo dessa relevância é a possibilidade de gerenciar a sua equipe de colaboradores de onde você estiver, organizando reuniões e determinando tarefas.

4 – Valorize a User Exprience

A era digital diz respeito também a compreender o seu negócio sob a ótica do usuário. É para isso que existe a User Experience (a Experiência do Usuário), que valoriza aspectos que facilitam a interação dos clientes em seus canais online, como sites e apps.

A User Experience – algumas vezes você vai vê-la na abreviação UX – consiste em práticas que tornam amigável a navegação dos clientes em seu site, blog, e-commerce e demais canais na web. 

Sabe quando o cliente acessa o seu site no smartphone dele e tem condições de navegar em todas as seções, acha aquilo tudo muito intuitivo e em questão de segundos encontra o que precisa?

Pois isso é adotar o chamado design responsivo, que consiste em um dos vários conceitos que envolvem adotar boas práticas de Experiência do Usuário.

5 – Utilize a virtualização

No atual contexto da era digital, os provedores baseados na tecnologia de Computação em Nuvem possibilitam a virtualização das atividades. Isso proporciona mais eficiência e agilidade para a realização de vários procedimentos em um empreendimento.

Além disso, ela permite a redução de uma série de custos sem a necessidade de utilizar servidores, roteadores e uma grande infraestrutura.

6 – Conheça a análise de dados

Hoje em dia o conceito de Big Data ganhou força. Mas afinal, o que vem a ser esse termo? Os Big Data, na verdade, consistem nos grandes volumes de dados, no enorme fluxo de informação externas e internas relacionadas com o seu negócio. 

Contudo, é fundamental encontrar meios que permitam processar todas essas informações de modo estruturado e planejado, pois desse modo se torna possível elaborar estratégias mais eficientes, bem como conhecer ainda mais o público-alvo.

A análise e o cruzamento de dados é um elemento tão importante no contexto da transformação digital que existem até ferramentas aptas para isso. O Google Analytics, por exemplo, é uma das mais conhecidas.

Há também a Grow, que é bastante útil para empreendimentos de pequeno e médio porte, bem como a SAS Visual Analytics, que é bastante intuitiva e facilita a criação de relatórios, possibilitando uma eficiente gestão e análise de dados coletados.

7 – Entre em contato com outras empresas

Outra dica que pode ajudar muito é entrar em contato com outras empresas no mercado que também estão aderindo a digitalização dos seus procedimentos de gestão. 

Elas podem auxiliar na troca de ideias e experiências, bem como para a troca de conhecimentos e até um trabalho em conjunto.

Um exemplo que ilustra essa possibilidade é a utilização de uma rede social para efetuar um login em uma plataforma específica. 

Para adquirir resultados satisfatórios, é pertinente que a sua empresa entenda o que o mercado, de uma forma geral, está fazendo em relação à transformação digital.

Diante de um olhar mais abrangente para o mercado, você terá condições de encontrar outras ferramentas e práticas digitais que podem ser utilizadas no seu empreendimento. 

Desse modo, você irá obter maiores oportunidades de conseguir se preparar para as tendências e estar à frente no seu segmento. Lembre-se que a transformação digital não é um processo com meio e fim. Na verdade, trata-se de uma mudança constante.

Principais desafios para realizar a transformação digital

Existem várias formas de colocar em prática a transformação na sua empresa, contudo, é bom ficar de olho em alguns detalhes que podem se tornar um empecilho, trazendo algumas dificuldades para o processo. 

Entre eles vale citar a falta de foco e objetividade nas estratégias de digitalização. Na hora de estipular as estratégias para a automação dos processos na sua empresa, é importante que elas sejam definidas de maneira objetiva, com metas devidamente planejadas.

Sem esse planejamento prévio, é difícil (para não dizer impossível) definir com clareza o quanto a sua empresa teve êxito ao otimizar os processos internos, bem como se ela ainda tem condições de obter mais resultados do que já atingiu.

Em organizações maiores, por exemplo, que possuem várias filiais, é necessário levar em conta as particularidades nas operações realizadas. 

Desse modo, é bom evitar contar com a mesma estratégia para todas as unidades, pois a probabilidade de dar errado nesse caso é bastante plausível. Por essa razão, se torna fundamental que os gestores elaborem planos conforme as necessidades locais.

Além do mais, é preciso contar com uma equipe bem estruturada de Tecnologia da Informação. Os profissionais que fazem parte do time não devem ser sobrecarregados com muitas tarefas, pois isso prejudica o desempenho deles.

A transformação digital chegou para ficar

Na era em que o consumidor cada vez mais recorre às plataformas digitais, é importante também que as empresas utilizem tais ferramentas para promover uma boa interação com esses consumidores.

Ter um site, comprar domínio e assegurar um bom serviço de web host ajuda muito, porém não é a única maneira de digitalizar o seu negócio.

Por tudo isso, siga essas dicas e coloque de uma vez por todas os processos da sua empresa na era digital.

Deixe um Comentário