Santo Antônio da Platina

Testemunha contesta versão de policial sobre confusão com tiros em Santo Antônio

Luiz Guilherme Bannwart


O áudio de uma testemunha da confusão generalizada na madrugada deste sábado (29), que terminou com um rapaz baleado por um policial militar em Santo Antônio da Platina, contesta a versão o soldado André Macharete Teixeira.

Na gravação a testemunha relata que ficou no Pronto-Socorro com Vinícius André Laiter Silva até às 7 horas da manhã deste sábado. Ela conta que a briga começou entre dois irmãos e que os amigos tentavam separar a confusão, momento em que o policial militar André Macharete Teixeira se aproximou do tumulto atirando para cima.

Ainda de acordo com a testemunha Vinícius tentou conversar com o policial, que atirou várias vezes e um dos disparos atingiu a perna do rapaz.

A testemunha conclui dizendo que o PM continuou apontado sua arma para as pessoas, que diferentemente do que consta no Boletim de Ocorrência os envolvidos no tumulto não o agrediram, mas tentaram contê-lo para evitar uma tragédia.

O tiro fraturou o fêmur de Vinícius André Laiter Silva, que terá que passar por cirurgia.

A testemunha entrou em contato com o Portal Tá no Site solicitando a exclusão do áudio que viralizou na internet, afirmando que irá prestar todos os esclarecimentos necessários à Justiça.

Deixe um Comentário