Wenceslau Braz

Terreno de “hospital frustrado” terá construção de novo fórum

Local sediaria um hospital regional no começo da década de 1990, mas obra parou e terreno ficou sem uso

Área ficou quase 30 anos sem uso, após projeto de hospital não ter sequência
CRÉDITO: Lucas Aleixo

Lucas Aleixo, especial para a Tribuna do Vale


Quase 30 anos depois, o terreno em Wenceslau Braz que recebeu um ousado projeto (ao menos para a época) de um hospital regional que nunca saiu do papel finalmente terá utilidade: a construção de um novo fórum de justiça para a comarca, que além da sede, tem jurisdição sobre Santana do Itararé e São José da Boa Vista. 

Localizado na Vila Santa Maria, o terreno quase abrigou a construção de um hospital de referência no começo da década de 1990. O prefeito de Wenceslau Braz à época, Cezar Santucci, conseguiu junto ao governo federal o projeto, porém uma troca de ministros da Saúde pôs fim à iniciativa.

O que chama a atenção é que depois disso a área nunca mais recebeu outro projeto de nenhuma origem e se mantém como terreno baldio até hoje, mesmo contendo um bom espaço (pouco mais de quatro mil metros quadrados) e em uma área considerada nobre.

Agora, graças a uma permuta entre o município e o Poder Judiciário, o Tribunal de Justiça construirá um novo fórum de justiça ali, uma vez que a atual estrutura já está defasada. A obra tem custo estimado de aproximadamente R$ 3 milhões com previsão para início em abril do ano que vem.

A permuta consiste na troca entre este terreno em questão e outra área de nove mil metros quadrados em outro bairro da cidade, além da cessão de uso ao município do atual prédio do fórum.

Para o ex-prefeito Cezar Santucci, a construção do hospital na época representaria um grande avanço para Wenceslau Braz, que ironicamente está há seis anos sem centro cirúrgico na cidade, desde que a antiga estrutura do Hospital São Sebastião foi interditada pela vigilância sanitária e posteriormente demolida. Atualmente um novo centro é construído com previsão de entrega para setembro.

“Infelizmente foi uma grande decepção para mim e para a cidade. Fui a Brasília e mostrei o projeto que a gente tinha para o ministro da Saúde na época, Alceni Guerra, que conhecia a região e gostou muito da ideia por Wenceslau Braz ter uma localização geográfica centralizada. Seria uma obra grande, para atender toda a região. Só que logo depois do Ministério liberar a primeira parcela houve a troca de ministros e o sucessor nem quis me receber em seu gabinete, quanto mais liberar o restante dos recursos para fazer a obra”, relembra.

Com apenas o alicerce feito, o hospital nunca saiu do papel e a obra inacabada ainda rendeu processos administrativos contra o ex-prefeito, que demorou anos para provar sua inocência. Coincidência ou não Cezar Santucci assumiu a direção do Hospital Regional de Santo Antônio da Platina em 2011, permanecendo no cargo por quase três anos.

Deixe um Comentário