Santo Antônio da Platina

Termina rebelião: 14 são recapturados; não se sabe quantos estão foragidos

Luiz Guilherme Bannwart


Após 7 horas de tensão chegou ao fim a rebelião na cadeia pública de Santo Antônio da Platina. A Tropa de Choque da Polícia Militar entrou na unidade por volta das 18h30 e fez a contagem dos presos junto ao Depen (Departamento Penitenciário).

A polícia conseguiu recapturar 14 detentos, mas ainda não possui um balanço de quantos fugiram da cadeia.

O motim teve início pouco depois das 11 horas, quando dois agentes carcerários foram rendidos pelos presos, possibilitando uma fuga em massa da unidade. O número total de fugitivos, no entanto, ainda não foi divulgado pelo Depen.

Além da destruição da cadeia, os presos também depredaram ao menos três salas da 38ª Delegacia Regional de Polícia. Os prejuízos ainda serão contabilizados.

Os organismos de segurança ainda não informaram as circunstâncias das negociações pelo fim do motim nem as reivindicações do presos. Também não há, ainda, informações sobre o estado de saúde dos agentes carcerários.

A rebelião mobilizou policiais militares de toda a região e de Londrina, policiais civis, agentes do Depen e militares do Corpo de Bombeiros.

Deixe um Comentário