Destaque

Tatuador de Araraquara redesenha de graça mamilos de mulheres vítimas de câncer

Naamã de Oliveira Rocha Camargo disse ao G1 que já realizou cerca de 800 procedimentos.

Por Brenda Bento*, G1 São Carlos e Araraquara

Naamã é tatuador profissional há 20 anos — Foto: Brenda Bento/G1

Um tatuador de Araraquara (SP) redesenha gratuitamente o mamilo em mulheres que passaram pelo procedimento de mastectomia, que é a remoção total da mama. Cerca de 800 mulheres já foram atendidas por ele.

Naamã de Oliveira Rocha Camargo, de 49 anos, trabalha como tatuador profissional há 20 anos. Ele contou ao G1 que desenha desde a época da escola, inclusive nos braços da molecada, e que colecionava revistinhas de tatuagem.

“Eu sempre quis fazer algo para ajudar as pessoas, mas não sabia como. Já que faço tatuagem, pensei em fazer algo por meio disso para beneficiar o próximo”, explicou.

Tatuador diz que já atendeu cerca de 800 mulheres em Araraquara — Foto: Arquivo pessoal

Naamã disse que a ideia de redesenhar mamilos surgiu quando viu outro tatuador divulgar nas redes sociais que iria atender algumas mulheres gratuitamente em um dia no mês de outubro, por conta da campanha Outubro Rosa.

“Eu consigo fazer isso perfeitamente e não precisa ser em um único dia do ano, posso fazer para sempre, não vai me atrapalhar”, explicou.

O procedimento para ajudar as mulheres começou há alguns anos, mas ele só começou a divulgar há pouco tempo após insistência de uma delas. Com isso, o tatuador percebeu que, quanto mais pessoas soubessem, mais ele poderia ajudar.

Naamã atende semanalmente quatro mulheres. O procedimento para redesenhar o mamilo é rápido, dura cerca de 20 minutos. O resultado resgata a autoestima e muda a vida de quem o procura.

“Eu desenho imaginando em mim, como se eu estivesse olhando no espelho. É para ela sentir-se bem, não é para o namorado. Eu faço pensando nisso, para ela ficar feliz ao ver. Tem coisas que não têm preço, é bom ver a pessoa sentindo-se bem”, completou.

Doença

Maria de Lourdes Lopes, de 66 anos, teve câncer de mama há cinco anos e fez o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Ambulatório da Saúde da Mulher, em Araraquara. “Tirei o quadrante em junho e em julho precisei tirar o seio todo porque deu três nódulos”, explicou.

Segundo Maria, a descoberta da doença foi durante o banho, enquanto passou a mão e sentiu um caroço. “Me senti péssima após a retirada da mama, sempre tive muito seio e cada hora que saía do banho e me via sem seio me sentia muito mal”, relembrou.

Maria fez a reconstrução da mama e aguardou ser chamada para reconstruir o mamilo, mas após dois anos de espera ainda sentia que faltava algo e verificou com o médico se poderia fazer uma tatuagem. “Brinquei que faria uma florzinha”, contou.

A filha dela descobriu no Facebook o trabalho de Naamã. Em outubro do ano passado, Maria passou pleo procedimento de redesenhar o mamilo. “Senti a maior felicidade da minha vida porque sem o mamilo estava faltando alguma coisa e agora eu sinto que sou outra pessoa”, disse Maria.

“Eu acho que se a gente procurar sempre tem algo que pode fazer para ajudar o próximo. Se cada um puder fazer uma coisinha que for sem querer nada em troca, tudo iria melhorar”, completou o tatuador.

Sob supervisão de Fabio Rodrigues, do G1 São Carlos e Araraquara.

Deixe um Comentário