Eventos Jacarezinho

Solenidade marca o lançamento do Residencial Parque dos Ipês

Empreendimento vai construir 223 casas com preço abaixo do mercado e oportunidade de financiamento em até 360 meses

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale


A Caixa Econômica Federal, de Jacarezinho, foi palco do lançamento oficial do Residencial Parque dos Ipês. O novo empreendimento será localizado numa das regiões que mais cresce em Jacarezinho, nas proximidades do bairro Aeroporto. O residencial oferece oportunidade única para conquistar a casa própria, com entrada facilitada, infraestrutura completa (rede de água, esgoto, energia elétrica, galerias pluviais, guias, pavimentação e paisagismo) e isenção de alguns impostos, tais como, IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano (por dois anos), ITBI – Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis, ISS – Imposto Sobre Serviço e FUNREJUS – Fundo de Reequipamento do Poder Judiciário.

Ao todo, serão 223 casas com preço abaixo do mercado, oportunidade de subsídio de até R$ 11,600 e financiamento em até 360 meses. Cada Unidade habitacional com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta, pode ser adquirida a partir de R$ 99.990,00. Há opção também de usar o FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, como entrada para adquirir um imóvel. A construtora garante que todo material utilizado para as edificações são de primeira linha. Na parte hidráulica serão utilizados equipamentos da marca Tigre, no acabamento tintas Suvinil e as unidades finalizadas com piso e laje.

O empreendimento é uma parceria da Menin Construtora, Miranda Empreendimento Imobiliários, Barbosa Imóveis, Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida (3) e Caixa Econômica Federal. Interessados em fazer inscrições para solicitar aprovação de financiamento, basta comparecer na empresa Barbosa Imóveis, localizada na rua Santos Dumont, 122, Centro.  Os requisitos exigidos e o regulamento do Projeto estão disponíveis no endereço eletrônico www.nossacasajacarezinho.com.br.

LANÇAMENTO OFICIAL – A cerimônia de lançamento do Residencial contou com a presença de representantes da Caixa Econômica Federal, tais como o superintendente regional Valdemir Martins e Cleison Zapelini, representando a Construtora Menin, Luiz Gustavo Menin, representantes do Executivo, o prefeito Sérgio Eduardo Faria e o secretário de Administração, Américo Alves Pereira, representando a Câmara de Vereadores, o presidente André de Sousa Melo e o vice-presidente Sidnei Francisquinho. Estiveram também membros da Miranda Empreendimentos, Pedro Miranda, Neuza de Fátima Miranda e Roseli Miranda. Como representantes da área de vendas da Barbosa Imóveis, Irani Barbosa, Michele Mayumi Shiraishi e Cida Baccon.  

Na solenidade o prefeito, Dr. Sérgio, como é conhecido, elogiou a instalação do novo empreendimento no município, que além de reduzir o déficit habitacional, vai gerar empregos e com certeza, movimentar a economia local – caso dos materiais para construção estejam com preço compatível com o de mercado. Ele avalia que além dessa oportunidade em parceria com o Programa Minha Casa, Minha Vida, oportuniza a muitas famílias sair do aluguel, afinal são 200 metros quadrados de área total de cada terreno. Ou seja, um espaço amplo para moradia com preço acessível. “Serão mais de R$ 25 milhões de investimentos, com toda infraestrutura, tenho certeza que será um excelente residencial”, elogiou Sérgio. 

O presidente da Câmara, Pastor André, como é chamado, enalteceu as instalações e acredita que Jacarezinho só tende a evoluir diante desses investimentos. Vale destacar que a Câmara de Vereadores foi fundamental para aprovação do projeto de construção das unidades habitacionais nos mesmos moldes do Programa Minha Casa, Minha vida – que proporciona redução na cobrança de impostos já mencionados. 

Para o superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Valdemir Martins, o município de Jacarezinho ganhou um grande empreendimento. Ele aponta que a CEF já financiou no ano de 2018, seis mil unidades habitacionais e com essas 223 novas casas quem ganha são os compradores, que vão adquirir um imóvel de qualidade e com preço abaixo de mercado.

BOX

Exigências legais e condições para inscrição

Para se inscrever, basta cumprir alguns requisitos legais, tais como: idoneidade cadastral; capacidade civil; maioridade (18 anos completos); ser brasileiro nato ou naturalizado; capacidade econômico-financeira para arcar com o encargo mensal. Mas vale destacar que a inscrição trata-se apenas de um pré-cadastro, que será avaliado por uma comissão na Caixa Econômica Federal, portanto a inscrição inicial não se trata de uma garantia de direito à aquisição do imóvel.

Dentre as demais condições impostas para os interessados efetuarem as inscrições, não é permitido ser detentor de financiamento habitacional ativo nas condições do SFH – Sistema Financeiro de Habitação, em qualquer parte do País, independente do percentual de propriedade; Não é permitido ser proprietário, cessionário ou promitente comprador de outro imóvel residencial urbano concluído ou em construção, nos locais: no município de domicílio, incluindo os limítrofes e integrantes da mesma região metropolitana; no município de exercício de ocupação principal, incluindo os terrenos e integrantes da mesma região metropolitana; no município onde pretende fixar residência.

Além disso, não é permitido ser titular de direito de aquisição de imóvel residencial urbano concluído ou em construção, no atual local de domicilio nem onde pretenda fixá-lo, inclusive no PAR – Programa de Arrendamento Residencial, a menos que comprove desistência do PAR. Outro detalhe importante é sobre a utilização do FGTS, é necessário ter 36 meses de trabalho sob o regime de FGTS.

Portanto, é necessário o preenchimento das condições impostas pelo agente financeiro. Caso o pré-cadastro seja aprovado, os inscritos serão comunicados para entrega de documentação.

Deixe um Comentário