Carlópolis

Sepultamento de Maria Isabela comove Carlópolis

Maria Isabela de Oliveira faleceu na tarde de domingo no Hospital Universitário de Londrina
CRÉDITO: Arquivo da família

Luiz Guilherme Bannwart


O sepultamento do corpo da menina Maria Isabela de Oliveira, de apenas 4 anos, no início da tarde desta segunda-feira (16) no Cemitério Municipal de Carlópolis, comoveu os moradores da cidade do Norte Pioneiro paranaense. 

A criança foi vítima de um incêndio criminosos na casa da família provocado pelo próprio pai, Antônio de Oliveira, 52 anos, que está preso na cadeia local. Maria Isabela teve 90% do corpo queimado e faleceu na tarde de domingo (15) no Hospital Universitário de Londrina, onde estava internada desde o dia 21 de agosto, quando ocorreu o atentado.

A mãe de Maria Isabela, Sueli Pedroso de Oliveira, 31 anos, que também teve 60% do corpo queimado pelo marido faleceu na quarta-feira (11). Ela também estava internada a Unidade de Terapia Intensiva do HU.

O corpo de Maria Isabela chegou em Carlópolis por volta das 4 horas. Uma multidão passou pelo velório para se despedir da criança, que foi sepultada às 14 horas. 

Com a morte de Sueli e a prisão de Antônio Oliveira, os outros quatro filhos do casal estão sob os cuidados de parentes. 

Deixe um Comentário