pandemia

Senai prevê 13 novas ocupações em alta no pós-pandemia

Novos hábitos criados pelo isolamento social aceleraram tendências, que devem aumentar demandas por profissionais específicos de tecnologia e logística

Da Assessoria


A pandemia de Covid-19 acelerou tendências e deve criar mais oportunidades de emprego para profissionais de tecnologia e logística, de acordo com estudo feito pelo Senai. Entre os novos cargos, estão analistas de soluções de alta conectividade e os orientadores de trabalho remoto. Além disso, profissões já existentes também ganham mais fôlego e devem ter demanda aumentada, como os técnicos em mecatrônica e em telecomunicações.

“O Senai oferece cursos e especializações assertivas para atender essa demanda, promovendo maior profissionalização”, explica Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep.

A pesquisa do Senai aponta 13 novas ocupações em alta no mundo pós-pandemia: analista de soluções de alta conectividade; administrador de conectividade; especialista em logística 4.0; desenvolvedor de softwares para simulação de processos industriais; especialista em realidade virtual e aumentada; desenvolvedor de aulas para educação a distância e on-line; orientador para trabalho remoto; profissional com especialização em normas e legislações nacionais e internacionais; especialista em gestão da informação; especialista em análise de grandes volumes de informações (big data);  especialista em internet das coisas (IoT); especialista em impressão 3D e especialista em cibersegurança.

O levantamento aponta também ocupações já existentes e que deverão ser valorizadas: técnico em telecomunicações; em sistemas de transmissões; em sistemas de computação; em mecatrônica e automação industrial; em eletroeletrônica, eletrônica; em logística; em jogos digitais; em redes de computadores; desenvolvedor de sistemas; eletricistas, controlador e programador de produção e programador multimídia.

O Senai no Paraná oferta cursos que preparam o profissional para as profissões que devem crescer no pós-pandemia. A instituição está com vagas abertas para os cursos técnicos em todo o estado, além de cursos rápidos, de curta duração, que apoiam a rápida qualificação e inserção no mercado. “Por meio de seu vasto portfólio, o Senai oferece oportunidade de um ensino de qualidade, que possibilita uma rápida inserção ou recolocação no mercado de trabalho, por estar alinhado com as necessidades das indústrias e da sociedade como um todo”, afirma Giovana.

Todas as informações sobre a oferta de cursos estão disponíveis no site www.cursocertosenai.com.br, ou pelo telefone 0800 648 0088.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

Deixe um Comentário