Andirá Bandeirantes Cambará Carlópolis Ibaiti Jacarezinho Joaquim Távora Salto do Itararé Santo Antônio da Platina Siqueira Campos Wenceslau Braz

Sebrae/PR e Salas do Empreendedor orientam sobre a declaração anual do MEI

Atendimento, gratuito e personalizado, será realizado a partir da próxima semana

Da Assessoria


As Salas do Empreendedor, no norte pioneiro do Paraná, juntamente com o Sebrae/PR, vão promover, a partir desta segunda-feira (11), atendimento especial para auxiliar na Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Os microempreendedores individuais (MEI) poderão receber orientações, atendimento personalizado e gratuito para preencher e enviar as informações à Receita Federal. O prazo final para a entrega do documento é 31 de maio.

A DASN é o relatório de receitas obtidas a cada mês pelos empreendedores. Os valores devem ser conferidos com os das notas fiscais emitidas ao longo do ano de 2018. A entrega da declaração é um dos deveres do microempreendedor individual. Ela pode ser feita online, por meio do Portal do Empreendedor (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/). Quem perder o prazo ficará sujeito ao pagamento de multa. Os MEIs que deram baixa no CNPJ no ano passado também devem entregar a declaração.

O território do Norte Pioneiro possui 12 Salas do Empreendedor, que funcionam numa parceria entre o Sebrae/PR e as prefeituras de Andirá, Cambará, Bandeirantes, Jacarezinho, Ribeirão Claro, Santo Antônio da Platina, Joaquim Távora, Carlópolis, Siqueira Campos, Ibaiti, Wenceslau Braz e Santana do Itararé.  Hoje, elas atendem aproximadamente 12 mil MEIs por meio da oferta de consultorias especializadas, capacitações empresariais e orientações para a melhoria da gestão dos negócios, agregação de valor a produtos e serviços, ganho de competitividade e crescimento sustentável. Todos os serviços são gratuitos.

A consultora do Sebrae/PR, em Jacarezinho, Camila Eduarda dos Santos, reforça a importância do MEI para os municípios da região e a economia local. Segundo ela, as ações terão início nesta segunda-feira (11) e vão até 22 de fevereiro. “O objetivo é intensificar os atendimentos e orientações aos microempreendedores individuais que precisam fazer a declaração anual, referente ao ano de 2018, para que possam regularizar seus negócios”, enfatiza. Ela afirma que os MEIs também poderão entregar a declaração de 2017 e anos anteriores. Para agendar a DASN, verificar situações de inadimplência, formalizar um negócio ou obter mais informações, o MEI deve procurar a Sala do Empreendedor da sua cidade.

Microempreendedor Individual

O MEI foi criado pela Lei Complementar 128, há dez anos, para facilitar a formalização do negócio do profissional autônomo.  Para isso, possui características únicas, que o diferenciam de outras empresas, como faturamento limitado a R$ 81 mil anuais, tributação baixa e fixa mensal, possibilidade de empregar apenas um funcionário contratado, que receba salário-mínimo ou piso da categoria. Os critérios incluem, ainda, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. Além de ficarem em dia com os tributos, os empreendedores garantem benefícios previdenciários, como licença-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria; podem emitir nota fiscal e ter acesso a crédito.

Deixe um Comentário