Cambará Jacarezinho Santo Antônio da Platina

Santo Antônio da Platina tem saldo negativo; Cambará e Jacarezinho tem bom desempenho

Dos cinco maiores empregadores da região, três apresentam números positivos, enquanto outros dois perdem postos de emprego


Da Redação


Os cinco maiores municípios da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) apresentam dados distintos no quesito geração de emprego em 2020, de acordo com informações do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Enquanto Cambará, Ibaiti e Jacarezinho têm dados positivos, Santo Antônio da Platina e Siqueira Campos apontam para redução dos postos. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Economia na quarta-feira (27).
Além de serem os cinco mais populosos da região, os municípios também são os cinco detentores do maior número de vagas formais de emprego. Os dados dizem respeito ao saldo do quesito, levando em consideração as contratações e demissões do primeiro quadrimestre de 2020.
O destaque positivo fica para Cambará. Mesmo em meio à crise causada pela pandemia de Covid-19, o município fechou o período com saldo positivo de 226 novas vagas. Em Jacarezinho o saldo foi de 168 postos e em Ibaiti houve variação positiva de 28 vagas de empregos formais.
Santo Antônio da Platina, que em 2019 perdeu o posto de maior gerador de empregos formais da região para Jacarezinho, continua mostrando números decrescentes. No primeiro quadrimestre deste ano o saldo é negativo e preocupante: 319 postos foram perdidos. Em Siqueira Campos houve redução de 44 vagas levando em conta as demissões e contratações em 2020.
Entre os demais municípios da região a variação tem sido mínima, seja positiva, seja negativa. Apesar da economia cambaleante, não houve números de maior expressão neste primeiro período do ano.

PARANÁ

De acordo com esses mesmos dados, o Paraná é o estado do Sul do Brasil que menos perdeu postos de emprego nos quatro primeiros meses do ano. Apesar de ter iniciado o ano com a abertura de 17.733 empregos em janeiro e 28.128 em fevereiro, o saldo paranaense ficou negativo em 22.424 postos de trabalho na soma do quadrimestre.

Tabela mostra o número de vagas que os municípios começaram 2020 e a variação total no ano:
MUNICÍPIO VAGAS VARIAÇÃO JANEIRO VARIAÇÃO FEVEREIRO VARIAÇÃO MARÇO VARIAÇÃO ABRIL VARIAÇÃO
TOTAL 2020
Cambará 4.697 7 (0,15%) 34 (0,72%) 32 (0,68%) 153 (3,21%) 226 (4,76%)
Ibaiti 4.889 13 (0,27%) 25 (0,51%) 38 (0,77%) -48 (-0,97%) 28 (0,58%)
Jacarezinho 9.115 19 (0,21%) 65 (0,71%) 10 (0,11%) 74 (0,80%) 168 (1,83%)
Santo Antônio 9.084 -22 (-024%) -20 (-022%) -60 (-0,66%) -217 (-2,42%) -319 (-3,54%)
Siqueira Campos 5.954 78 (1,31%) -4 (-0,07%) 39 (0,65%) -157 (-2,59%) -44 (-0,70%)

Cambará e Jacarezinho tem saldo positivo mesmo em plena crise

Se os dados do Caged apontam para um certo equilíbrio nestes primeiros quatro meses de 2020, o mesmo não se pode dizer de abril, que em todo Brasil trouxe números muito negativos – e que não foi diferente no Norte Pioneiro. Para se ter uma ideia, apenas seis municípios da região tiveram variação positiva neste mês: Andirá, Cambará, Ibaiti, Jaboti, Jacarezinho e Ribeirão Claro.
Vale dizer, porém, que os resultados de Cambará e Jacarezinho são tão expressivos que os municípios figuram entre os 10 municípios paranaenses que lideraram a criação de vagas em abril.
Por outro lado houve variação negativa nos empregos formais em Abatiá, Barra do Jacaré, Carlópolis, Conselheiro Mairinck, Figueira, Japira, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Pinhalão, Quatiguá, Ribeirão do Pinhal, Salto do Itararé, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina, São José da Boa Vista, Siqueira Campos, Tomazina e Wenceslau Braz. Já Guapirama não teve variação em abril, ficando com saldo zero ao fim do mês.
Além dos dados já citados na tabela, com dados extremamente negativos de Santo Antônio da Platina e Siqueira Campos em abril, vale citar também Joaquim Távora, que vinha com saldo positivo no ano, porém teve uma variação negativa de 60 vagas, o que em um cenário total de 4.871 postos de emprego representa uma diminuição de 1,22% nas vagas formais disponíveis aos trabalhadores.

Deixe um Comentário