Saúde

Romanelli confirma repasse de R$ 100 milhões para compra de vacinas contra o coronavírus

Da Assessoria


O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) confirmou nesta sexta-feira, 31, em entrevista à imprensa, o repasse de R$ 100 milhões, recursos próprios da Assembleia Legislativa, ao Estado para compra de vacinas contra o coronavírus. Nesta segunda-feira, 3, os deputados vão oficializar o repasse em live com o governador Ratinho Júnior.

Romanelli disse que na quarta-feira (29), já assinou o primeiro cheque de R$ 50 milhões – como 1º secretário da Assembleia Legislativa, em nome de 54 deputados – para a compra imediata das vacinas assim que estiverem prontas e dispostas no mercado internacional.

“Na segunda-feira, faremos um ato com o governador Ratinho Junior, que é um termo de entendimento justamente dessa transferência de dinheiro que vai para o tesouro do Estado, para que o governo possa fazer a aquisição das vacinas. Será um recurso garantido desde já”, garante.

O deputado disse que não há preferência desta ou aquela vacina ou por laboratório. “Queremos a vacina, não importa a qual, queremos aquela que seja eficaz e que imunize os paranaenses. Será gratuita e estendida a todos”, disse.

Parceria — Romanelli destacou ainda o compromisso da Assembleia Legislativa no combate ao coronavírus. De acordo com ele, a parceria entre Legislativo e Executivo tem sido importante para controlar a curva de infecção e transmissão da covid-19.

Romanelli destacou as iniciativas do governo “que tem atuado de forma muito transparente” em todas as ações relativas ao combate da pandemia. “O Estado criou um comitê estratégico com representantes da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Justiça, do Ministério Público, do Tribunal de Contas, onde todas as compras que são feitas, tudo, é debatido”.

“Isso serve para que todos saibam de tudo o que é investido, com muita transparência e segurança, do ponto de vista daquilo que o Estado está fazendo”, considerou.

Vacinas — O deputado informou ainda que já foram feitos vários contatos com autoridades sanitárias da Rússia, Inglaterra e China, no sentido de estabelecer os critérios para a transferência de tecnologia para o Paraná. Romanelli disse que, dessa forma, o Estado poderá produzir as vacinas.

“O governador Ratinho Júnior enviou mensagem à Assembleia Legislativa com emenda de R$ 100 milhões no orçamento do ano que vem para compra da vacina. Os deputados vão antecipar esse repasse para este ano”, reafirmou.

Romanelli informou também que as negociações com laboratórios são estratégicas ao Estado. “Nós estamos discutindo isso com os governos russo e chinês, que têm os dois laboratórios, além também com outro, de Oxford, na Inglaterra”.

Pioneirismo — A estimativa é de que a vacina russa fique pronta primeiro. Romanelli observa ainda que a Sinopharm, maior laboratório chinês, também mantém parceria estratégica com o Estado, por meio do Tecpar, para a produção estadual da vacina, com transferência de tecnologia. Outro imunizante também previsto para logo, é o da Universidade de Oxford, na Inglaterra, que está sendo testado no Paraná.

“Vamos resolver o problema do dinheiro da compra da vacina, com a economia na Assembleia Legislativa. Estamos cortando as despesas para transferir ao Estado, de imediato, R$ 100 milhões. Não é ano que vem, é agora”, reiterou.

Deixe um Comentário