Ribeirão do Pinhal

Ribeirão do Pinhal promove mutirão contra dengue

Cidade, com pouco mais de 13 mil habitantes, contabiliza 117 notificações e 12 casos confirmados da doença 

Mutirão contra a dengue segue até a terça-feira em Ribeirão do Pinhal
CRÉDITO: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE RIBEIRÃO DO PINHAL

Assessoria


A Prefeitura de Ribeirão do Pinhal está realizando desde segunda-feira, 16, até terça-feira, 24, o mutirão de limpeza para combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Embora o município não tenha apresentado um alto índice de infestação do mosquito- se comparado com a região -, com 117 notificações de suspeitas, e apenas doze casos confirmados até agora, a equipe da prefeitura da cidade considera importante reforçar a prevenção. 

Segundo a secretária de Saúde de Ribeirão do Pinhal, Vanderlene Silveira de Rezende, para reduzir os riscos é fundamental a colaboração da população. “Todos precisam se conscientizar da importância de manter os quintais e terrenos devidamente limpos, para que o mosquito não se prolifere”, reforça a secretária. 

O agente de saúde Adilson Martins Inácio explica que o combate ao mosquito adulto é mais difícil. “Segundo orientações do Ministério da Saúde não existe inseticidas eficaz para acabar com o mosquito adulto, por isso o Estado não manda mais para os municípios o caminhão do fumacê. Para se proteger é importante evitar o nascimento dos mosquitos com a devida limpeza dos quintais e também fazer uso de repelente, principalmente em áreas onde tiveram outros casos, nos horários no início da manhã e final da tarde”. Entretanto, Adilson esclarece que a situação no município por enquanto não é tão grave quanto alguns boatos têm afirmado. 

“Com essa quantidade de casos confirmados no município, pelas determinações dos órgãos de saúde, ainda estamos em situação de surto. Para ser considerada epidemia precisa ultrapassar a quantidade de 40 casos confirmados. Por isso, não podemos descuidar da prevenção”.

Esse mutirão está sendo realizado em conjunto pelas secretarias municipais da Saúde com apoio da Vigilância Sanitária e equipe de endemias; Educação, que contribuiu na realização de palestras aos alunos; e as secretarias de Obras e Serviços Públicos, e Agricultura e Meio Ambiente que fizeram o trabalho de limpeza. Até hoje, 20, está sendo feito trabalho de orientação e recolhimento dos materiais provenientes da limpeza de quintais nos bairros urbanos. Nos dias da semana seguinte (23 e 24) o mutirão será realizado no Distrito da Triolândia. 

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Alcídio Balduíno de Souza Junior, o Tuco, informa que os proprietários dos terrenos baldios foram notificados para realizar a limpeza e caso não seja feito podem ser multados. “Estamos percorrendo todos os terrenos do município para informar sobre a importância de fazer a limpeza e caso os proprietários ignorem o aviso e caso seja necessário a prefeitura fazer o trabalho de limpeza eles serão multados. Importante reforçar que não basta passar veneno no mato ou algo parecido porque os focos estão nos objetos que ficam nos locais, os proprietários devem recolher copos, plásticos, vasilhas, pneus, garrafas, panelas, barris, lonas e qualquer tipo de material que acumulem água”, especifica Tuco. 

O prefeito Wagner Martins reitera a importância do mutirão e da conscientização da população. “O mutirão é o momento de toda a população se mobilizar para limpar o quintal ou terreno de forma correta, porque esse não é um problema que só o setor público pode resolver, todos somos responsáveis para evitar que o mosquito Aedes consiga condições para se alastrar”, finaliza. 

Deixe um Comentário