Cambará

Renovação de convênios garante recursos à entidades filantrópicas

Prefeitura fará repasse anual de mais de R$ 1,7 milhão à cinco entidades beneficentes

Neto Haggi reuniu representantes de entidades em seu gabinete para assinatura de convênios no valor de R$ 1,7 milhão
Crédito: GRAÇA MARIA/PREFEITURA DE CAMBARÁ

Por Graça Maria.


O prefeito de Cambará, José Salim Haggi Neto (MDB), o Neto Haggi como é mais conhecido, acompanhado do servidor Alexandre Latoelis, responsável pela área de convênios do município, receberam no gabinete da administração, na manhã de sexta-feira, 31, representantes de cinco entidades filantrópicas da cidade, para a assinatura de convênios no valor de R$ 1.733.240,00, que será repassado a elas em 2020.

Participaram da assinatura, representantes do Lar Anália Franco, responsável pelo Centro de Educação Infantil Caminhos de Luz; Associação Bom Jesus, que administra o Centro de Educação Infantil Bom Jesus; a Santa Casa de Misericórdia de Cambará; APAE/Cambará, responsável pela Escola de Educação Básica na Modalidade Especial Mensageiros de Luz; e, Asilo São Vicente de Paulo. 

A Prefeitura também continuará mantendo neste ano, convênio com o Centro de Apoio Esperança, que recebe acompanhantes e pacientes em tratamento do câncer na cidade de Londrina. Com a assinatura dos convênios, a Prefeitura destinará mensalmente, R$ 144.521,00 a essas instituições. 

O prefeito Neto Haggi, agradeceu aos representantes das entidades pelo trabalho que realizam em prol da comunidade cambaraense, recebendo também o reconhecimento das entidades pela atenção dispensada pela Prefeitura a cada uma delas. 

Neto informou que a Secretaria Municipal de Educação e Cultura está elaborando um calendário das festas realizadas no município, e das quais algumas das entidades são promotoras, o que facilitará o planejamento e a realização das mesmas. Apresentou dados sobre os três anos de sua administração frente a Prefeitura, e do trabalho que planeja realizar até o final de 2020, quando conclui o seu terceiro mandato.

 O prefeito pediu a colaboração das entidades para a disseminação de uma mensagem preventiva de combate ao lixo que acaba se tornando criadouro do mosquito Aedes aegypti, causador da Dengue e de outras doenças. “Hoje temos a questão de moradores que não abrem às portas para os Agentes de Endemias vistoriarem os quintais, e já está comprovado que a maioria dos focos do mosquito, está nas residências. Precisamos da união da comunidade para combater a proliferação do mosquito. Disponibilizamos vários tipos de coleta de lixo, entulho e galhos, além do trabalho de nossa Cooperativa de Reciclagem, que elevamos a sua capacidade de coleta de 6 mil para 40 mil toneladas mês. Mas sabemos que temos pessoas que ainda descartam seu lixo em locais inadequados, e, por isso, pedimos a colaboração de vocês para disseminar esta mensagem para mais pessoas. O poder público sozinho, não consegue realizar este trabalho”, argumentou Neto Haggi.

O trabalho do servidor Alexandre Latoelis, também foi reconhecido pelas entidades e pelo prefeito. Por sua vez, o servidor elogiou as prestações de contas realizadas pelas entidades, o que permitiu que desde 2017 todas as contas dos convênios fossem aprovadas pelo Tribunal de Contas do Paraná, da mesma forma que o Tribunal aprovou todas as contas dos exercícios do prefeito Neto Haggi do atual mandato, e dos dois mandatos anteriores.

Deixe um Comentário