Paraná

Recalcatti pede concursos para cargos da Polícia Civil

Recalcatti aponta carreiras que necessitam também de concursos
FOTO: Dalie Felberg / Divulgação Alep

Da Assessoria


Em novo requerimento, aprovado pela Assembleia Legislativa e protocolado nesta semana no governo do Paraná, o deputado Delegado Recalcatti (PSD) reforçou, mais uma vez, a necessidade de realização de concursos públicos para a contratação de delegados, investigadores e papiloscopistas para a Polícia Civil do Paraná. “Sem recursos humanos não há como operacionalizar as atividades típicas da polícia judiciária”, ressaltou no documento.

Desde que assumiu o mandato de deputado estadual, em maio de 2017 (ele era suplente até então), Recalcatti enviou dezenas de expedientes às autoridades estaduais solicitando a contratação de servidores para os órgãos componentes das forças de segurança. Em alguns setores, esses reclamos têm reverberado. De acordo com o requerimento, o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Péricles Matos, tem divulgado a realização de concurso público para 2.500 vagas na corporação.

Para as carreiras na Polícia Civil, tem-se notícia da abertura de edital para contratação de 100 escrivães, conforme publicado no ano passado. Para a Polícia Científica, o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, General Luiz Felipe Carbonell, tem empenhado esforços para o chamamento de 123 peritos para o Instituto de Criminalística e 42 médicos legistas para o Instituto Médico Legal, que já foram aprovados em concurso público.

“Por isso, decidi destacar neste requerimento a necessidade do preenchimento também de centenas de vagas existentes para os cargos de delegado, investigador e papiloscopista”, disse ele. “Com falta de pessoal, os eventuais investimentos feitos pelo governo do Estado na compra de equipamentos e veículos, além da reforma e construção de novas delegacias, restam sem eficácia devida”, afirmou.

Deixe um Comentário