Educação Paraná

RANKING FOLHA: Universidades do Paraná melhoram desempenho em critérios do RUF 2018

Agencia de Noticias


As universidades estaduais do Paraná melhoraram suas classificações em três critérios do Ranking Universitário Folha (RUF) 2018, publicado na segunda-feira (1), foram eles: avaliação do mercado, ensino e inovação. O ranking avaliou 196 universidades brasileiras públicas e particulares.

Para compor a nota total da avaliação, o RUF 2018 divide os critérios em porcentagens de importância. Sendo assim, 42% da nota é referente à pesquisa, 32% para ensino, 18% no quesito mercado, 4% para inovação e 4% para internacionalização.

ENSINO – Foi no aspecto ensino que as estaduais mais se destacaram no RUF 2018 em comparação com o ano anterior. O critério é subdividido em professores com doutorado e mestrado, professores com dedicação integral e parcial, nota do Enade e avaliação dos docentes.

A estadual de Londrina (UEL) subiu uma posição e agora ocupa o 19º lugar. No critério avaliação dos docentes a UEL está entre as 16 melhores do Brasil.

As instituições que mais avançaram colocações foram a estadual Centro-Oeste (Unicentro), que ganhou 20 posições e agora está entre as 85 mais bem posicionadas, e a estadual de Ponta Grossa (UEPG) que foi de 62º para 51º.

A Estadual do Norte do Paraná (UENP) e a Estadual do Paraná (Unespar), as duas instituições mais novas do Estado, avançaram 10 e 6 colocações, respectivamente. Já a Estadual de Maringá (UEM) e a Oeste do Paraná (Unioeste) se mantiveram estáveis. A UEM ficou em 23º e a Unioeste em 52º.

Inovação

O ranking de inovação é composto por dois componentes: patentes e parcerias com empresas. O primeiro diz respeito ao número de patentes solicitadas pela universidade no período de 2007 a 2016 e o segundo é estabelecido pela quantidade de estudos, de 2011 a 2015, publicados pela universidade em parceria com o setor produtivo.

A estadual mais inovadora é a Unicentro que saltou da 38º colocação para a lista de 20 melhores do país. A Unioeste, UEPG e a UEL estão entre as 40 universidades mais inovadoras do país.

Avaliação do mercado

DATAFOLHA – A avaliação do mercado considerou a opinião de 5.444 profissionais de recursos humanos, consultados pelo Datafolha nos anos de 2016, 2017 e 2018, sobre preferências de contratação. A UEL e a UEM conquistaram posições e estão entre as 35 melhores instituições para se contratar profissionais formados, a Unioeste figura entre as 100 melhores. Quem mais ganhou posições foi a Unespar que saltou de 159º em 2017 para 134º no ano de 2018.

Deixe um Comentário