Cornélio Procópio

Radialista vai receber o título de “Cidadão Honorário de Cornélio Procópio”

Indicação foi aprovada por unanimidade pela Câmara e sancionado pelo prefeito Amin Hannouche

Ataíde Cuqui

O proprietário da Rádio Graúna FM, de Cornélio Procópio,  será o mais novo “Cidadão Honorári” de seu município.  José Leite Cordeiro (Zé Leite) receberá o título por  iniciativa do presidente da Câmara, vereador Edmar Gomes Filho, de acordo com o Projeto de Lei nº 011/2020,  aprovado por unanimidade pelos treze vereadores e sancionado pelo prefeito Amin Hannouche.  O título será entregue tão logo a pandemia do Covid-19 esteja controlada.

Proprietário da Rádio Graúna FM, Zé Leite (69 anos)  tomou conhecimento da honraria na própria emissora durante o “Informativo 376”, jornal que ancora todas as manhãs pela emissora, quando entrevistava o autor da homenagem. “Além de grande comunicador, é uma pessoa que prestou relevantes serviços à comunidade, não só  como profissional do rádio, como também, como empresário e político”, justificou ao vivo autor da indicação.

Além de radialista, Leite foi vice-prefeito de Cornélio Procópio durante 8 anos. Para o prefeito Amin Hannouche, a homenagem é justa e oportuna. “A Rádio Graúna está comemorando 40 anos no ar e seu diretor  50 anos de atividades radiofônicas. Todos nós conhecemos sua história de vida e o aplaudimos pelas conquistas alcançadas”, disse Hannouche. Além de Gomes, assinaram o projeto os vereadores Helvécio Alves Badaró, Élio Janoni, Sebastião Lucri,  Ismar Nóbrega e Neto Ananias.

Uma história no rádio

Casado com Claudete Cordeiro e pai dos filhos  Andressa Claudia Cordeiro, Allysson Kalil e Renata Kiara, Zé Leite se destacou no início dos anos 80 quando adquiriu a a Rádio Graúna. Na época, a emissora  notabilizou-se  por ser uma FMs pioneiras do Brasil a tocar música sertaneja e  transmitir um jornal ao vivo, o Informativo 376, que está no ar há 38 anos, com de três horas de duração. Hoje, a Graúna é uma das emissoras mais ouvidas na região.

Para ele, a posição conquistada aconteceu justamente graças a esta opção. “Quando iniciamos essa transformação em uma emissora de FM, muita gente achou que estávamos loucos. Mas, nosso compromisso sempre foi com o ouvinte e com a popularização das rádios FMs. Hoje, ocupamos um lugar de destaque no norte do Paraná, chegando há mais de duzentos municípios no Norte, no Sul dos Estados de São Paulo e Sul do Mato Grosso do Sul”, relata o comunicador.

Deixe um Comentário