Paraná Política

“Quem são os gulosos?”, questiona Luiz Carlos Martins na tribuna da Alep

Na terça-feira (12), o deputado Plauto Miró disse que, quando foi 1º secretário, recebeu muitos “pedidos” de deputados, e que conhece cada um dos mais “gulosos”

Crédito: Sandro Nascimento/Alep

Banda B


O deputado estadual Luiz Carlos Martins (PP) disse, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), nesta quarta-feira (13), que é preciso dar muita atenção ao que que disse o deputado Plauto Miró Guimarães (DEM), ontem (12), em plenário, ao afirmar ter recebido muitos “pedidos” de deputados, e que conhece cada um dos mais “gulosos”, aqueles que pediam muito.

Como primeiro-secretário da Alep, responsável pela administração e pelas finanças da Casa nos últimos oito anos, deu a entender que sabe demais e que tem tudo documentado em pendrives e documentos que guarda fora da assembleia.

Deputado Luiz Carlos Martins – Foto Alep

O deputado estadual Luiz Carlos Martins (PP) disse, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), nesta quarta-feira (13), que é preciso dar muita atenção ao que que disse o deputado Plauto Miró Guimarães (DEM), ontem (12), em plenário, ao afirmar ter recebido muitos “pedidos” de deputados, e que conhece cada um dos mais “gulosos”, aqueles que pediam muito.

Como primeiro-secretário da Alep, responsável pela administração e pelas finanças da Casa nos últimos oito anos, deu a entender que sabe demais e que tem tudo documentado em pendrives e documentos que guarda fora da assembleia.

Deputado Plauto Miró Guimarães – Foto Sandro Nascimento/Alep

Martins cedeu um pedido de aparte de Plauto, que voltou a afirmar que tem todas as informações dos últimos oito anos, reforçando o que disse ontem: “ A gente sabe que dentro do poder público muitas vezes os papéis somem, desaparecem. Muitas vezes quando você precisa se defender, nem sempre de acusações de irregularidades, mas uma série de questões que possam acontecer, você precisa ter documentos que na administração ela pode ter sumido”.

Plauto afirmou hoje que todos os pedidos de nomeações feitos por deputados nestes últimos dois mandatos estão com ele e no Portal da Transparência, para quem quiser ver. E completou: “O presidente (deputado Ademar Traiano) me chamou de louco. Não sou louco, mas não vou segurar a vaca para os outros mamarem”, disse no aparte de Martins.

Casa Civil

Na tribuna, Martins também mencionou que o chefe da Casa Civil, Guto Silva, que foi deputado na última legislatura, deveria vir à Assembleia explicar os questionamentos de Plauto, já que foi citado nominalmente na fala dos “gulosos”.

“Lembro ainda que o chefe da Casa Civil, Guto Silva, sendo citado ontem pelo deputado Plauto, tem o direito e o dever de vir até esta Casa e explicar os questionamentos do deputado Plauto. Esperamos que isso aconteça”, completou Luiz Carlos Martins.

Requerimentos

Ainda nesta terça-feira, o deputado Plauto apresentou dois novos requerimentos dirigidos ao chefe da Casa Civil, Guto Silva. No primeiro, pediu para ter detalhes sobre quem são os ex-governadores e as viúvas de ex-governadores que recebem aposentadoria de R$ 30 mil mensais.

No segundo pedido, questionou quais são os rendimentos dos diretores da Copel e de suas subsidiárias que, segundo lhe foi informado, passariam de R$ 80 mil por mês, incluindo ainda 16 salários por ano.

Deixe um Comentário