Cornélio Procópio

Programa estimula o desenvolvimento econômico de Cornélio Procópio

Cornélio Mais Simples prevê a desburocratização na abertura de empresas, estímulo as compras públicas e do ecossistema de inovação

De Camila Cabau


Com o propósito de melhorar o ambiente de negócios, impulsionar a economia local e fortalecer as empresas de Cornélio Procópio está em funcionamento desde o primeiro semestre deste ano o Programa Cornélio Mais Simples. A inciativa é desenvolvida pelo Sebrae/PR, Prefeitura Municipal e Comitê Gestor de Cornélio Procópio – Cidade Empreendedora.

O Programa tem suas ações divididas em três grandes projetos: desburocratizar a abertura de empresas por meio da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), o estímulo as compras públicas com a inauguração do Escritório de Compras Públicas e a organização do ecossistema de inovação da cidade.

“Nossa intenção é simplificar e atualizar processos de acordo com a legislação e a realidade da inovação. Como resultado, além do fortalecimento das empresas o programa irá estimular o desenvolvimento econômico local. O simples, do nome Cornélio Mais Simples não é de precário. Mas, sim de ágil e inteligente”, afirma o consultor do Sebrae/PR, José Romeu do Amaral Neto.

Um dos projetos, o de estímulo as compras públicas, prevê a inauguração do Escritório de Compras Públicas, que será inaugurado em novembro deste ano e servirá como um ambiente de apoio e capacitação aos empresários que participam dos pregões e aos que se preparam para vencer contratos de licitação.

O secretário de desenvolvimento Econômico de Cornélio, Celso Marin, diz que atualmente o município compra R$ 30 milhões em licitações todos os anos em serviços e produtos. Deste montante, apenas 15% é comprado de micro e pequenas empresas da cidade.

“Nosso objetivo com este projeto e com o Escritório é impulsionar o interesse e a competitividade das empresas locais nas licitações e aumentar a participação de nossas empresas. Com este incentivo, o valor que a Prefeitura paga para empresas de outras localidades passará a circular no próprio município, favorecendo o crescimento das empresas, estimulando novos empregos e o consumo da população”, explica o secretário municipal.

O Programa Cornélio Mais Simples também pretende agilizar e desburocratizar a abertura, modificações de categoria e fechamento de empresas. Atualmente são necessários, em média, 20 dias para abertura de novos negócios na cidade. A intenção, segundo o secretário, com a implantação da Redesim é reduzir este tempo para sete dias até 2020. “Conseguiremos destravar o sistema público, trazer mais dinamismo, ou seja, simplificar a vida do empreendedor”, fria Marin.

Outra etapa do programa que já está em funcionamento é o diagnóstico das necessidades locais para a estruturação do ecossistema de inovação de Cornélio Procópio. A intenção é organizar e formalizar a vocação da cidade para o surgimento de empresas inovadoras, como startups e negócios de tecnologia.

“No mês passado lideranças da cidade e região visitaram Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais, para conhecer o ecossistema da cidade que é referência nacional. Agora, estamos organizando uma governança que será responsável por definir os próximos passos do projeto e criar o plano de ação em prol de uma cidade mais inovadora”, detalha o consultor do Sebrae/PR, José Romeu.

Deixe um Comentário