Santo Antônio da Platina

Professores da rede municipal entram em greve na próxima quarta-feira

Categoria reivindica reajuste de 12,84% previsto pelo governo federal através do Fundeb

Assembleia dos professores aconteceu na tarde desta quinta-feira na Câmara de Vereadores
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Luiz Guilherme Bannwart


Os professores da rede municipal de Santo Antônio da Platina aprovaram em assembleia, nesta quinta-feira (12), o indicativo de greve e, a partir de quarta-feira (18), suspenderão as atividades.

 A categoria reivindica reajuste de 12,84% previsto pelo governo federal através do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), mas o Executivo propôs somente a reposição salarial de 4,31% a todo funcionalismo público municipal.

De acordo com o presidente da Associação Municipal dos Professores Platinenses, Fernando Nogueira dos Santos, não há diálogo com o prefeito José da Silva Coelho Neto (PHS), o Professor Zezão.

“Fizemos o estudo técnico com o pessoal do sindicato, e a prefeitura tem, sim, condições de dar os 12,84% de reajuste para os professores. O índice ficaria bem próximo dos 54% de gastos com a folha de pagamento, que é o limite por lei, mas ainda ficaria dentro. Nós não estaríamos pedindo se o município não tivesse condição, a questão é que realmente não querem dar o reajuste”, afirma Fernando. 

“É o terceiro ano que o prefeito não atende nossas reivindicações e não há diálogo”, alega o presidente da Associação dos Professores Platinenses, acrescentando. “Este é o último ano do Fundeb, depois será aprovado um novo, então estamos lutando para garantir agora um direito que temos por lei e que não sabemos como ficará a partir de dezembro deste ano”, conclui. 

A rede municipal tem cerca de 400 professores. No início desta semana o prefeito Zezão, que também é professor, publicou um vídeo em sua conta pessoal no Facebook justificando que não é possível atender a reivindicação da categoria.

Deixe um Comentário