Andirá Saúde Tecnologia

Prefeitura moderniza o sistema de dados da Saúde

Administração vai implantar prontuário eletrônico e agentes comunitários recebem tablets para agilizar trabalho

Assessoria


A prefeitura do Andirá, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na terça-feira (29) a capacitação e apresentação do Sistema ProSaúde,  que atuará na interligação e gestão de dados, dinamizando a eficácia de atendimento à população. O encontro foi direcionado aos agentes comunitários de saúde (ACS) juntamente com os representantes técnicos da empresa responsável pela implantação do software.

A Prefeitura irá disponibilizar aparelhos de tablets, que modernização as ferramentas de registros de informações coletadas pelos agentes no trabalho que realizam nos bairros da cidade.   A tecnologia vai substituir o papel e assim melhorar o processo de informação e atendimento à comunidade.

De acordo com William Henrique, representante da empresa  responsável pela implantação do Sistema de Informação, a principal mudança é que todo a coleta de informação será feita de modo digital. Por isso, cada usuário terá um prontuário eletrônico, com dados que poderão ser acessados, inclusive, pelos médicos, nos momentos de atendimentos e consultas. Lá, terão informações alimentados por vários setores que direcionaram atendimentos ao usuário, trazendo praticidade. Este primeiro encontro foi para mostrar aos ACS como serão as alimentações de dados e o uso do aparelho no cotidiano, inclusive os registros da rota e posição.

A Secretária Municipal Saúde, Ednyra Godoy, explicou a importância deste equipamento para o processo de dinamização dos trabalhos dos profissionais. Ela destaca que a ação é um grande avanço, esperado há muitos anos, e que moderniza o sistema de saúde no município. Durante sua explanação, a Secretária informou, ainda, que o próprio usuário também terá acesso ao prontuário, através de um aplicativo. O médico Dr. Rodrigo Colleti, que atende na Sociedade Beneficente Hospitalar, também esteve presente e informou que esta interligação de informações também envolve o hospital, facilitando, muito, os atendimentos.

Ele também enalteceu a importância dos Agentes Comunitários de Saúde, neste  contato contínuo e mais diretos aos pacientes. “Vamos fazer um trabalho diretamente nas Unidades Básicas de Saúde, com estes profissionais. O olhar deste atendimento direto tem que ser dos Agentes. É quem vincula os pacientes. São os elos. E precisam assumir esta identidade”, disse o médico aos Agentes.  De acordo com Eliane Cristina Toneto, Agente Comunitária no Distrito Nossa Senhora Aparecida, esta iniciativa vai modernizar muito os trabalhos. “Fica melhor para informatização. Hoje a gente tem que fazer tudo a mão, no caderno, depois ainda colocar tudo no computador. Agora, irá direto para o Sistema. Facilita todo o trabalho. Aprovamos a iniciativa”, relatou.

Deixe um Comentário