Santo Antônio da Platina

Prefeitura faz serviço paliativo e cobra DER

Sinalização emergencial feita há poucos dias pela prefeitura já apresenta problemas
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Luiz Guilherme Bannwart


O Departamento Municipal de Trânsito de Santo Antônio da Platina atendeu as reivindicações dos moradores do povoado da Platina, solicitadas pelo vereador Luciano de Almeida Moraes (PTB), o ‘Vermelho’, para melhorar a sinalização do asfalto no acesso à comunidade, após o grave acidente na noite de 18 de janeiro que deixou uma pessoa morta e outra gravemente ferida, porém, o serviço realizado no local já apresenta problemas novamente por conta da condição precária do asfalto que necessita de manutenção por parte do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), responsável pela rodovia PR-439.

De acordo com diretor municipal de Trânsito, Bruno Chagas, na última terça-feira (4), ele, o prefeito José da Silva Coelho Neto (PHS), professor Zezão e o vereador Luciano Moraes estiveram no escritório regional do DER em Jacarezinho para cobrar o órgão pela manutenção da rodovia estadual. “Estamos providenciando os documentos necessários para a manutenção na rodovia por parte do DER. Fizemos um serviço emergencial na entrada do povoado, mas a sinalização já está se apagando por conta das condições ruins da pavimentação, que está se degradando e precisa ser refeita”, justifica Bruno.

O diretor de Trânsito salientou que apesar de se colocar à disposição da comunidade para garantir mais segurança a condutores e pedestres no trecho apontado como crítico pela população, a prefeitura pouco pode fazer para a manutenção da rodovia e do trevo de acesso ao povoado. “Além de toda a extensão da PR-439 entre a BR-153 e a Platina, o trevo de acesso ao povoado também é faixa de domínio do Estado, responsável pela manutenção e sinalização viária. Não é má vontade, mas juridicamente estamos impedidos fazer qualquer coisa a não ser cobrar o órgão competente, ficando o município sujeito a penalidades”, conclui.

No dia 18 de janeiro um motorista embriagado invadiu a pista contrária no trevo de acesso ao povoado da Platina colidindo frontalmente com a motocicleta de Alicélio de Souza Pimentel, 42 anos, e Roseli dos Santos Néspoli, 49 anos. Roseli morreu na hora. Alicélio foi socorrido em estado grave e ainda se recupera dos ferimentos após passar por cirurgias. O homem apontado como causador da tragédia, identificado como Rodrigo Ferreira dos Santos, 28 anos, foi preso em flagrante e indiciado por homicídio culposo (quando não há intensão de matar) e embriaguez ao volante, mas deixou a cadeia dois dias depois por decisão da Justiça e responde pelos crimes em liberdade.

De acordo com os moradores, os acidentes no local são constantes e não há fiscalização para punir os condutores responsáveis. O problema é antigo e, segundo a população, a comunidade está esquecida pelo poder público.

Outro lado

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) informou que a PR-439, no trecho entre Santo Antônio da Platina e o povoado da Platina, está contemplada no Lote 9 do programa Conservação de Pavimentos (COP) do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), que prevê serviços de remendos superficiais e profundos, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem, pavimentação e sinalização. Somente neste lote serão atendidos 348,63 quilômetros de estradas, com um investimento de R$ 59,5 milhões. O órgão, no entanto, não informou a previsão para o início das obras.

Deixe um Comentário