Santo Antônio da Platina

Prefeitura descumpre prazo do MP e estradas rurais continuam intransitáveis

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale


Mais uma vez o transporte escolar é alvo do descaso do Poder Público para com a comunidade da zona rural
CRÉDITO: Grupo de Moradores dos Glórias

A Prefeitura de Santo Antônio da Platina não cumpriu o prazo estipulado pelo Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), órgão do Ministério Público, com sede em Santo Antônio da Platina, para responder um ofício protocolado no órgão sobre as condições precárias das estradas rurais do ‘Bairro dos Glórias’, zona rural do município. Além de sequer dar satisfação ao MP no prazo estabelecido, o descaso com os produtores rurais já passou dos limites, pois, as estradas continuam em situação precária, desde o mês de agosto.

A pequena pancada de chuva que caiu na tarde de quinta-feira, 29, foi suficiente para causar transtornos novamente aos moradores e, inclusive, para o transporte escolar, que novamente encalhou com alunos da rede municipal. “Está um caos, uma vergonha e desrespeito com as famílias”, resume o tom de revolta um dos moradores.

Diante disso, o Ministério Público determinou novo prazo, em caráter de urgência, para a prefeitura responder os questionamentos referentes à comunidade que vem corriqueiramente sendo castigada. O documento protocolado no MP reuniu cerca de 90 assinaturas de moradores, que estão inconformados com a atual situação do bairro.

Por meio do aplicativo WhatsApp, o prefeito respondeu a equipe de reportagem da Tribuna do Vale, dizendo que “o Bairro dos Glórias tem recebido atenção constantemente” e que a prefeitura já está providenciando as respostas ao MP.

Deixe um Comentário