Santo Antônio da Platina

Prefeitura conclui obra no Eunice Eleutério na próxima semana

Ponte de acesso ao bairro é um dos pontos críticos de alagamento na cidade em dias de chuvas volumosas

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale

Conclusão das obras promete acabar com os alagamentos registrados no trecho
FOTO: Antônio de Picolli

A Secretaria de Obras da prefeitura de Santo Antônio da Platina anunciou ontem, 21, que vai concluir as obras da ponte de acesso ao Residencial Eunice Eleutério na próxima semana. Em junho de 2017, a Associação dos Moradores do bairro conseguiu junto à prefeitura a aquisição de 15 manilhas para a construção de uma galeria na via de acesso ao bairro. Os alagamentos em dias de chuva eram constantes no local, e a conclusão das obras deve resolver o problema em definitivo.

De acordo com o secretário da pasta, Everton José Panegada, sua equipe tem trabalhado para finalizar os trabalhos. Ele afirma que os servidores só paralisaram os serviços nesta semana em decorrência das condições climáticas, mas garantiu que na semana que vem será realizada a pavimentação e colocação de meio-fio. “Já estamos na última fase do projeto, se o tempo colaborar terminaremos o serviço nos próximos dias”, disse Panegada.

No local, há uma pequena nascente que transbordava com facilidade a cada chuva bloqueando a passagem de veículos e pedestres no trecho. A construção da galeria é muito importante para os moradores, que por anos sofreram com os constantes alagamentos e eram obrigados a utilizar caminhos alternativos para se deslocarem até o centro da cidade.

Outros prejudicados com o problema eram os frequentadores do Clube Colorado e do salão de festas Vicazu. Em uma das ocasiões, moradores chegaram a registrar convidados estacionando os veículos na rodovia porque não era possível acessar o local do evento.

ESTRADAS RURAIS

Conclusão das obras promete acabar com os alagamentos registrados no trecho
FOTO: Antônio de Picolli

O secretário de Obras também comentou sobre as estradas rurais diante do grande volume de chuva que atingiu o município nesta semana. Segundo ele, o cronograma de recuperação dos trechos mais prejudicados pelo mal tempo está dentro do previsto e não há registros de atoleiros. “O início da manutenção nas estradas rurais é sempre complicado, porque a última fase é o empedramento. Tivemos a chuva que dificultou um pouco os trabalhos, mas aos poucos estamos conseguindo atender todas as demandas da comunidade”, ponderou Panegada.

Deixe um Comentário