Santo Antônio da Platina

Prefeitura aluga imóvel que continua fechado

Vereador denuncia que prédio na Vila Claro foi alugado há quase quatro meses ao custo de R$ 2,5 mil mensais

Imóvel locado pela prefeitura em agosto está sendo pago sem ser utilizado
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Da Redação


Um imóvel com o custo mensal de R$ 2,5 mil mensais aos cofres públicos de Santo Antônio da Platina está vazio desde que foi locado pela prefeitura, há quase quatro meses. A situação foi alvo de questionamento por parte do vereador Genivaldo Marques (PSDB), durante sessão da câmara nesta semana, pelo desperdício de recursos em um prédio sem utilidade. 

De acordo com a publicação no Diário Oficial da Prefeitura de Santo Antônio da Platina, no dia 21 de agosto, o contrato 85/2019 tem como objeto a locação de um imóvel, com dispensa de licitação, para abrigar o departamento municipal de Almoxarifado e Distribuição.

O imóvel em questão está localizado na rua Antônio Felício Mascaro, na Vila Claro. O custo total do contrato, que tem o prazo de validade de 36 meses a partir do dia 08/08/2019, é de R$ 90 mil.

Apesar do contrato estar prestes a completar quatro meses em vigor, até o momento o imóvel locado pela prefeitura, não foi utilizado.

A reportagem da Tribuna do Vale entrou em contato com o diretor de Almoxarifado e Distribuição, Rubens Alves Neto, que afirmou desconhecer o aluguel de um novo prédio para sediar o departamento. “Eu como diretor não sei informar essa questão de mudança, nem se existe o aluguel de outro prédio. O que eu sei é que nós vamos mudar daqui, mas ainda não me passaram onde será o novo endereço”, assinalou. 

A princípio a pasta apontada como a responsável pelo assunto seria a Secretaria Municipal de Planejamento. A reportagem tentou o esclarecimento com o secretário Airton Sérgio Diniz, porém, até o fim da tarde desta sexta-feira (29) não houve resposta. 

Deixe um Comentário