Ribeirão do Pinhal

Prefeito estabelece medidas e decreta estado de emergência

Wagner Martins determinou o cancelamento de eventos coletivos e a suspensão das aulas na rede pública e particular 

O prefeito de Ribeirão do Pinhal, Wagner Martins
CRÉDITO: ARQUIVO

Assessoria 


A Prefeitura de Ribeirão do Pinhal publicou na quarta-feira (18) o decreto nº 19/2020 que adota medidas temporárias para prevenção do contágio do novo coronavírus (Covid-19). 

De acordo com o prefeito Wagner Martins (PSD) depois de uma reunião com os secretários municipais foram definidas decisões e recomendações importantes para proteger o município da pandemia que tem mobilizado o mundo todo. “Precisamos mobilizar todo o município para nos proteger o máximo possível, principalmente cuidar de nossos idosos, para minimizar os danos dessa doença tão terrível que tem devastado o mundo inteiro”, ressalta . 

A partir do decreto as repartições públicas municipais suspendem o atendimento ao público, mantendo o serviço interno e disponibilizando canais de comunicação por telefone. 

A secretária Municipal de Saúde, Vanderlene Silveira de Rezende, recomenda que a população verdadeiramente evite as aglomerações de pessoas. “As pessoas podem pensar que por nossa cidade ser pequena essa é uma realidade distante, mas não é, o coronavírus está se aproximando cada vez mais e não podemos descuidar das medidas de prevenção.

De maneira nenhuma pensar que porque foram dispensados das aulas ou do trabalho que é momento de folga, porque não é. É preciso evitar ao máximo sair de casa, sempre lavar as mãos, usar o álcool gel quando não for possível lavar, e se apresentar sintomas semelhantes a gripe acompanhados de falta de ar, não entrar em pânico e correr para o posto ou hospital, porque isso pode piorar a disseminação do vírus. Nossa recomendação é ligar para os serviços de atendimento que vamos deslocar uma equipe para fazer a triagem na casa do paciente e fazer o atendimento inicial”, reforça a secretária.   

Servidores que apresentarem febre ou condições respiratórias devem informar a administração pública sobre a existência de sintomas; servidores que cumulativamente, tenham mais de 60 anos e sejam portadores de doenças crônicas que compõem grupo de risco, deverão executar suas atividades por trabalho remoto.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Para complementar as medidas estabelecidas pelo Decreto nº 19/2020, foi regulamentado também o decreto nº 20/2020 que declara a Situação de Emergência em Saúde Pública em Ribeirão do Pinhal, em decorrência da pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus (COVID 19).

Esse decreto autoriza a adoção de todas as medidas administrativas necessárias ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância nacional e internacional. Como por exemplo, a dispensa da obrigatoriedade do processo de licitação convencional para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública, que torna a aquisição menos burocrática para atender os pacientes. 

Deixe um Comentário