Policial Wenceslau Braz

Polícia ‘caça’ 10 fugitivos da cadeia de Wenceslau Braz

Segundo a polícia, 12 presos fugiram da cadeia publica da cidade na tarde desta terça-feira (27)

Luiz Guilherme Bannwart


Cadeia de Wenceslau Braz funciona de forma compartilhada com a 36ª DRP
CRÉDITO: Antônio de Picolli

As polícias militar e civil continuam o cerco para recapturar 10 dos 12 presos que fugiram da cadeia publica de Wenceslau Braz na tarde desta terça-feira (27). De acordo com a polícia, os presos cortaram as grades de proteção do solário e fugiram pulando os muros da carceragem que funciona de forma compartilhada com a 36ª Delegacia Regional de Polícia e anexa a imóveis residenciais na área central da cidade.

Momento em que um dos fugitivos era recapturado pela PM
CRÉDITO: Divulgação/WhatsApp

Até o momento da fuga, 130 detentos dividiam as celas construídas para receber no máximo 30 presos. A superlotação carcerária é registrada em praticamente todas as cadeias do Norte Pioneiro e constantemente motiva fugas e rebeliões nas unidades da região.

De acordo com a Polícia Militar, dois fugitivos foram recapturados até o momento. Um grande efetivo policial faz buscas pelos presos em toda a cidade e na zona rural do município.

Cadeia de Wenceslau Braz funciona de forma compartilhada com a 36ª DRP
CRÉDITO: Antônio de Picolli

Fotos dos fugitivos circulam nas redes sociais e em sites e portais de notícia para auxiliar a polícia nas buscas dos presos através de denúncias. No entanto, a Polícia Civil ainda não divulgou os nomes nem as fichas criminais dos detentos.

DECRETO

No dia 07 de novembro, a governadora Cida Borghetti assinou decreto que transfere a gestão de 37 carceragens, atualmente administradas pela Polícia Civil, ao Departamento Penitenciário do Estado do Paraná, coordenado pela Secretaria Especial de Administração Penitenciária. No Norte Pioneiro, seis unidades prisionais passarão a ser geridas pelo Depen: Santo Antônio da Platina, Jacarezinho, Cornélio Procópio, Ibaiti, Andirá e Cambará. A cadeia pública de Wenceslau Braz, no entanto, não aparece na lista das carceragens beneficiadas.

Deixe um Comentário