Abatiá Nova Fátima Policial Ribeirão do Pinhal

PM prende suspeitos de envolvimento em explosões de caixas eletrônicos

Blusa usada por um dos criminosos nas explosões de caixas eletrônicos na região
CRÉDITO: Divulgação / PM

Da Redação com Assessoria


Dois homens e uma mulher suspeitos de envolvimento em ações criminosas que resultaram na destruição de agências bancárias no Norte Pioneiro foram presos pela Polícia Militar na noite de segunda-feira, 4, em Ribeirão do Pinhal.

De acordo com a PM, com base no endereço descrito em uma embalagem encontrada ao lado do veículo GM Vectra incendiado pelos marginais, logo após usarem o carro como meio de transporte no crime praticado contra o banco Sicredi em Nova Fátima, os PMs abordaram os suspeitos na avenida Silveira Pinto – bairro Irmã Romanelli.

GM Cruze foi abordado pela PM na avenida Silveira Pinto
CRÉDITO: Divulgação / PM

O trio transitava em um GM Cruze de cor branca. No interior do veículo, os policiais encontraram uma porção de cocaína, R$ 500 em dinheiro e um dos suspeitos de envolvimento nas explosões das agências bancárias na região.

A PM constatou que os dois homens abordados possuem passagem por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, bem como que o principal suspeito nas ações criminosas praticadas no Norte Pioneiro já esteve preso na cadeia da Ribeirão do Pinhal.

Ainda conforme a PM, durante a abordagem foram levantados indícios contundentes sobre a associação dos abordados para com o tráfico drogas, bem como o relato de uma testemunha sobre o envolvimento do principal suspeito nas explosões das agências bancárias de Abatiá e Congonhinhas. Na casa dele, localizada na rua Ruthi Matinês Correia – bairro Totó Carvalho, foram encontradas 21 embalagens utilizadas para acondicionar cocaína, bem como uma jaqueta reconhecida pelos policiais, sem sombra de dúvidas, através das filmagens das câmeras de segurança dos bancos, como veste usada por um dos marginais que explodiram as agências do Sicredi e Banco do Brasil, na madrugada do dia 27 de janeiro.

Os policiais também constataram que o carro abordado (GM Cruze) pertencia a um homem, que juntamente com seu irmão – moradores na  rua Padre André Javorski, conjunto Pinherais – são apontados como suspeitos de integrar o grupo criminoso citado.

Os dois irmãos, no entanto, não foram encontrados na casa onde moram. Segundo a mãe dos suspeitos, os filhos teriam viajado para a cidade de Londrina.

O trio preso na abordagem policial foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Ribeirão do Pinhal.

Deixe um Comentário