Economia

Pedágio prejudica desenvolvimento do Norte Pioneiro, diz Romanelli

Da Assessoria


O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse nesta quarta-feira, 30, que o pedágio, com as tarifas abusivas, prejudica o desenvolvimento dos municípios do Norte Pioneiro. Romanelli acompanhou uma comitiva de lideranças regionais que se reuniu com o vice-governador Darci Piana no Palácio Iguaçu em Curitiba.

“Estamos ampliando o debate com o Estado, porque o que está em jogo é a segurança e o desenvolvimento do Norte Pioneiro. Precisamos de investimentos em logística de transportes e a garantia de que o pedágio traga benefícios aos usuários, sem a cobrança de valores que extrapolam a realidade”, destaca.

Romanelli reforçou que, caso o governo federal insista em manter a decisão de licitar as praças de pedágio pelo modelo híbrido, o valor alto da tarifa será prejudicial para o desenvolvimento da região. “Ninguém suporta mais o preço abusivo do pedágio. É um desrespeito ao povo paranaense e o Estado precisa se posicionar com firmeza. Não vamos aceitar os desmandos do pedágio no Paraná”, ameaça.

Diagnóstico — O grupo do Norte Pioneiro entregou a Piana dois documentos com um diagnóstico completo da economia e negócios de Cornélio Procópio e região. Segundo Romanelli, um dos documentos apresenta um estudo completo sobre a matriz da cadeia produtiva da cidade-polo da região.

Esse estudo apresenta um mapeamento completo da estrutura produtiva, de cada setor econômico, empregos, qualificação dos trabalhadores e a arrecadação de impostos ao município. O estudo também mostra o valor dos gastos do município na economia local e fora da cidade.

“Com esses dados em mãos, vamos aperfeiçoar e aprofundar no estudo, para propor as medidas necessárias para promover o desenvolvimento regional. É um indicador de quais caminhos vamos seguir para alcançar esse objetivo”, comenta Romanelli.

No segundo estudo, realizado pelo Sebrae, foi diagnosticado o sistema de inovação, a partir de consulta aos professores da área, empresas, institutos de pesquisas e organizações associativas em todos os níveis. “Com isso, temos uma visão panorâmica de todo o processo de inovação e o que precisa de investimentos e pode ser melhorado. Esse mapeamento permite entender como podemos produzir inovação com melhor qualidade e mais objetividade”, disse Romanelli.

A reunião contou com a participação do secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex e do diretor-geral do DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná), Fernando Furiatti Saboia, e de lideranças religiosas e empresariais, dentre elas o arcebispo de Londrina dom Geremias Steinmet; os bispos dom Antônio Braz Benevente, de Jacarezinho, e dom Manoel João Francisco, de Cornélio Procópio; o pastor Paulo Moral, presidente do Conselho de Pastores de Cornélio Procópio e o presidente do Codep (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Cornélio Procópio), Luís Eduardo de Araújo, dentre outras autoridades.

Deixe um Comentário