Política

PEC de Recalcatti permite aos policiais acumular cargo de professor

Recalcatti quer que policiais também possam dar aula
Foto: Sandro Nascimento / Divulgação Alep

De: DELEGADO RECALCATTI 


Com a assinatura de 18 parlamentares, o deputado Delegado Recalcatti (PSD) protocolou nesta quarta-feira, 13, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) permitindo aos integrantes das forças de segurança pública acumularem um outro cargo de professor, desde que compatível com os seus horários e respeite o teto constitucional. Atualmente, somente professores e médicos podem acumular cargos públicos.

“Acredito que a equiparação do direito de acumulação de cargos, entre essas três categorias, trará benefícios à população paranaense até porque várias carreiras da segurança pública exigem graduação em nível superior”, defendeu Recalcatti. Segundo ele, propostas de emenda constitucional similares tramitam em outras Casas Legislativas, incluindo o Congresso Nacional – cuja PEC se encontra pronta para votação desde 2015.

Iniciativa semelhante também foi tomada na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro onde a proposta foi aprovada em segunda discussão em junho de 2016. “Como se vê, há uma tendência nacional para que os servidores da segurança pública possam também exercer o cargo de professor”, avaliou Recalcatti. Pela PEC, são considerados integrantes das forças de segurança os policiais civis, os policiais militares, os bombeiros militares, os servidores da Polícia Científica, os agentes penitenciários, os agentes socioeducativos e guardas municipais.

Deixe um Comentário