Policial Ribeirão do Pinhal

PC prende suspeito de executar homem na frente da mulher em Ribeirão do Pinhal

Josimar Zeferino Gomes, conhecido por ‘Sabão’, foi morto enquanto dormia com a esposa e um bebê

Da Redação com Assessoria


A Polícia Civil prendeu na tarde  desta quinta-feira, 13, no centro de Ribeirão do Pinhal, um  homem de 25 anos, principal suspeito  de ser o executor dos disparos que mataram Josimar Zeferino Gomes, conhecido por ‘Sabão’, na madrugada do dia 30 de novembro, no bairro Vila Domingues. Na ocasião, dois homens, altos e fortes, com capuz, invadiram a casa da vítima e, um deles, abriu fogo contra o morador enquanto ele dormia. Foram cinco disparos que mataram a vítima ao lado da esposa e de um bebê.

Segundo a polícia, o crime foi motivado por vingança. ‘Sabão’ estava chantageando os autores do roubo à lotérica Tião Abatiá ocorrido no dia 10 de novembro, no centro de Ribeirão do Pinhal. Na noite do dia 29 de novembro, um dos assaltantes da casa lotérica foi preso pela polícia. O homem preso nesta quinta-feira pelo assassinato de Gomes já respondeu por homicídio quando adolescente, e ocultação de cadáver, quando adulto. Ele é parente de um dos autores do roubou à lotérica.

Em buscas realizadas na casa do assaltante preso, a polícia encontrou documentos pessoais do suspeito do assassinato e apurou que não pernoitou em casa.

O comparsa do homem preso na tarde desta quinta-feira, de acordo com as investigações, é um adolescente e será ouvido.

Ainda de acordo com a polícia, o assassino foi alertado sobre a prisão do parente envolvido no assalto à lotérica na noite do dia 29. Parentes foram até a delegacia e prometeram vingança. ‘Sabão’ estaria próximo ao local onde o assaltante foi preso e foi apontado pelos familiares como delator poucas horas antes de morrer. A vítima estava com mandado de prisão em aberto e já respondeu por crimes contra o patrimônio.

Apesar de agir encapuzado, a compleição física do assassino foi vista por uma testemunha e bate com biótipo do homem preso na tarde desta quinta-feira.

O homem preso pelo assassinato apresentou álibi, que já foi afastado pela Polícia Civil, que tem 30 dias para encerrar as investigações. Outras testemunhas serão ouvidas e as conclusões devem ser remetidas à Justiça Pinhelense.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: